No radar do Flamengo, Rhodolfo será avaliado por médico na Turquia

A viagem de Rodrigo Caetano, diretor executivo do Flamengo, ao lado de Marcio Tannure, chefe do departamento médico rubro-negro, para Dubai não foi apenas para sacramentar a negociação por Everton Ribeiro. Enquanto o dirigente negocia com o Al Ahli para finalizar a contratação, Tannure estará de olho na situação física e médica de outro alvo da equipe: o zagueiro Rhodolfo, atualmente no Besiktas.

O Lance apurou que o médico da equipe viajou ao lado de Caetano para ver de perto e examinar o defensor, que passou por uma cirurgia no ano passado para reconstruir os ligamentos do joelho e desde então pouco atuou. A última vez que o zagueiro, ex-Grêmio, São Paulo e Atlético-PR, entrou em campo foi em janeiro deste ano, quando atuou os 90 minutos contra Kayserispor. Em seguida, apenas foi relacionado em um confronto em fevereiro, mas não entrou.

Um dos motivos de Rhodolfo não estar mais atuando com frequência no Besiktas é exatamente a falta de ritmo de jogo que teve, após os cerca de oito meses longe dos gramados. Sua equipe está há uma vitória do título turco e o próximo confronto será neste domingo e ele não deve ser relacionado.

Ao desembarcar na Turquia, Tannure vai conversar com o médico que realizou o procedimento cirúrgico no joelho do defensor e com o próprio Rhodolfo. Se o atleta, de 30 anos, não apresentar problemas físicos, a negociação será finalizada, já que o próprio clube turco já confirmou que libera o atleta, mediante a um pagamento de cerca de R$ 4,5 milhões. O vínculo deve ser de três temporadas.

Tannure também já conversou com o pessoal do departamento médico do Grêmio, clube que Rhodolfo defendeu até 2015 e onde ele realizou uma parte do tratamento feito no ano passado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos