Abel Braga lamenta virada no fim: 'O pior é sofrer os gols dessa maneira'

Lamentação. Foi esse o tom dos jogadores e comissão técnica tricolores ao sair de campo derrotados, após estarem ganhando de 2 a 1. O técnico Abel Braga lembrou que o Fluminense teve chances de segurar a bola e garantir os três pontos fora de casa, mas desperdiçou e acabou levando a virada por 3 a 2.

Para o treinador, a equipe fez uma boa segunda etapa, mas vacilou nos momentos finais e não soube administrar o jogo e acabou pagando caro.

- Não pode aos 47 minutos. Tive dois escanteios. Bate o escanteio curto, segura o tempo, porque era um empate fora de casa. A gente vinha de uma vitória fora de casa. Mas futebol é assim. O mais difícil foi virar o resultado. Fizemos um segundo tempo muito bom, totalmente administrado, mas não matamos, foi pena. O pior disso é sofrer os gols da maneira que sofremos - comentou Abel.

Para Abel, o Fluminense apresentou dois tempos distintos no clássico e acabou faltando experiência a alguns jogadores para que o time tricolor pudesse sair da Colina com os três pontos e garantir a terceira vitória consecutiva neste Brasileiro, o que daria ao Flu 100% de aproveitamento.

- Primeiro tempo nós facilitamos tudo para o Vasco, não teve jogada vertical. No segundo tempo, começou a ter jogada vertical. Poderíamos ter matado o jogo. O que eu não gosto é de tomar gol fácil. Faltou experiência, calma para segurar um pouco mais a bola - apontou o treinador.

O elenco do Fluminense está de folga neste domingo e se reapresenta, no CT Pedro Antonio, na segunda-feira às 15h. Abel começará a preparar a equipe para a decisão de quarta-feira pela Copa do Brasil. O Tricolor enfrenta o Grêmio, no Maracanã, precisando vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas de final. Os gaúchos venceram por 3 a 1 o jogo de ida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos