Na Libertadores, decidir em casa é melhor? Há quem prefira esperar...

O técnico Jair Ventura não hesitou, desde o momento da classificação do Botafogo às oitavas de final da Libertadores, em dizer que queria a liderança do grupo para ter o segundo jogo em casa. Apesar da derrota para o Estudiantes (ARG), nesta quinta-feira, o primeiro lugar foi obtido, e o goleiro Gatito Fernández ressalta a força que a torcida alvinegra tem mostrado.

- Pode ser um diferencial porque nossa torcida, em casa, ajuda bastante, mas fora também nos acompanham muito. Os clubes de fora do país também sabem da grandeza e da torcida, respeitam. Com a ajuda deles (torcedores), esperamos passar de fase e fazer nosso trabalho da melhor maneira - disse.

Já o gerente de futebol Antônio Lopes, com a experiência de quem já foi campeão da competição (1998, como técnico do Vasco), é mais cético. Para ele, a certeza da vantagem por decidir em casa só vai existir dependendo do resultado do primeiro jogo.

- Muito relativo. Tudo vai depender do primeiro resultado. Aí você vê se é melhor jogar a primeira em casa ou ter tido a segunda em casa - analisa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos