Acordo com a Justiça evita a extinção do Marília

  • CImoreyraphotos/Marília AC

    Elenco do Marília na disputa da Série A3 do Paulista de 2017

    Elenco do Marília na disputa da Série A3 do Paulista de 2017

Em séria dificuldade financeira, o Marília obteve na sexta-feira (26) um alívio. Num acordo realizado na Vara de Trabalho de Marília, o clube se comprometeu a cumprir as imposições da Justiça do Trabalho e, assim, evitar a intervenção ou a extinção.

O Marília, que está na Série A3 do Paulista, terá de cumprir pagamento dos salários, verbas rescisórias e recolhimento do FGTS até 1/12. Para conseguir este acordo, o clube teve de abrir mão da disputa da Copa Paulista, pois a Justiça considerou que os débitos apenas aumentariam até dezembro.

"O Ministério Público foi sensato. Assim, conseguiremos pagar nossos débitos e estaremos nos organizando", disse o presidente do Marília, Antonio Carlos Sojinha, ao "Jornal da Manhã", de Marília.

No momento os débitos do clube são os seguintes: R$ 18 mil da comissão técnica, R$ 60 mil dos atletas, R$ 38 mil de multa e R$ 50 mil por desistir da Copa Paulista.

"Neste último caso é melhor pagar a multa de R$ 50 mil do que participar e ver nosso clube, que não tem mais recursos, gastar R$ 500 mil na competição", afirmou Sojinha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos