Do jeito que gosta, Corinthians vence Atlético-GO e segue invicto no BR-17

Contra um adversário bem mais fraco tecnicamente, o Corinthians controlou a partida deste domingo da forma que gosta: sem sofrer sustos e perigoso nas triangulações pelos lados. Foi assim que o Timão venceu o Atlético-GO, por 1 a 0, no Serra Dourada, pela terceira rodada do Brasileirão.

Apesar do placar magro, o Corinthians não teve grandes dificuldades para conseguir a vitória. Muito também por conta do Atlético-GO, que mostrou novamente que lutará mesmo para fugir da zona do rebaixamento. Em casa, a equipe goiana quase não levou perigo e segue sem somar pontos no Brasileirão.

O Corinthians, por sua vez, dá sinais que brigará no mínimo por uma vaga na próxima Libertadores. É verdade que os três adversários até agora - Chapecoense, Vitória e Atlético-GO - não são muito parâmetros, mas o Timão mantém sua identidade em campo e agora já soma duas vitórias fora de casa, além de um empate como mandante.

Neste domingo, por exemplo, Cássio quase não foi exigido. O Atlético-GO sofria para passar da intermediária ofensiva, e só Walter fazia um pouco de diferença na criação dos lances. As principais oportunidades vieram com jogadores que já estavam em impedimento. Muito pouco para uma equipe de Série A.

O Corinthians, como de costume e como gosta, principalmente fora de casa, controlava as ações e ia chegando aos poucos com perigo. Primeiro Guilherme Arana tabelou com Romero e cruzou para Jô perder uma chance incrível. Logo em seguida, praticamente a mesma jogada foi criada: o lateral-esquerdo trocou passes com o atacante paraguaio e deixou o companheiro na cara do gol. Deste vez quem apareceu na área foi Rodriguinho, que não desperdiçou e chegou a nove gols, se igualando a Jô como o artilheiro do Timão.

Se antes o Corinthians já controlava com o jogo como queria, depois do 1 a 0 ficou ainda melhor. Por incrível que pareça, em alguns momentos a equipe chegou até ser mais ofensiva, com subidas dos volantes Gabriel e Maycon.

No segundo tempo, o técnico Marcelo Cabo até fez duas substituições logo no intervalo, mas sua equipe seguia com as mesmas dificuldades. O jogo caiu de ritmo e ficou morno - sim, do jeito que o Corinthians gosta. Fábio Carille até promoveu a estreia do atacante Clayson, que perdeu grande oportunidade na cara do goleiro Felipe. Mas não fez falta, e o Timão venceu por 1 a 0 pela décima vez na temporada.

Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Santos no sábado, às 19h, na Arena de Itaquera. Já o Atlético-GO visita o Bahia na segunda-feira, às 20h, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 0 X 1 CORINTHIANS

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)

Data-Hora: 28/5/2017 - 16h

Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)

Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)

Público/renda: 13.712 pagantes/R$ 608.820,00

Cartões amarelos: Igor e Eduardo (AGO)

Cartões vermelhos: -

Gols: Rodriguinho (26'/1ºT) (0-1)

ATLÉTICO-GO: Felipe; Eduardo (André Castro, aos 30'/2ºT), Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, Luiz Fernando (Andrigo, no intervalo), Igor e Jorginho; Everaldo (Junior Viçosa, no intervalo) e Walter. Técnico: Marcelo Cabo.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson (Clayson, aos 26'/2ºT), Rodriguinho e Romero (Clayton, aos 40'/2ºT); Jô (Kazim, aos 39'/2ºT). Técnico: Fábio Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos