Grêmio abre vantagem, mas André marca três e Sport vence a primeira

Debaixo de forte chuva em Recife, o Sport conseguiu uma vitória dramática, de virada, sobre os reservas do Grêmio por 4 a 3 na noite deste domingo, na Ilha do Retiro, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão contou com três gols do atacante André e um do zagueiro Matheus Ferraz. Fernandinho, duas vezes, e Rafael Thyere marcaram para o Tricolor.

O time pernambucano chegou aos quatro pontos na tabela. A equipe teve o desfalque de Diego Souza, que sofreu uma pancada no pé direito, e foi comandada pelo interino Daniel Paulista, que substituiu Ney Franco, demitido na última quinta-feira. Já o clube gaúcho, que estacionou nos seis pontos, conheceu a primeira derrota na competição.

No próximo domingo, o Sport visita o Avaí, às 11h. No mesmo dia, o Grêmio recebe o Vasco, na Arena.

BLITZ GREMISTA

O Grêmio não deu ouvidos ao prognóstico de que o Sport se aproveitaria do fator casa e do visitante enfraquecido, e partiu para cima, mas de forma avassaladora. Logo aos dois, Everton exigiu boa defesa de Magrão e dois minutos depois o placar já estava aberto, com Fernandinho. Ele recebeu um rebote de chute de Everton, driblou o estreante Anselmo e marcou.

Não demorou muito para o Tricolor ampliar. Aos 16, Rafael Thyere marcou de voleio, na pequena área, após Machado cruzar e Jailson desviar: 2 a 0. O placar poderia até estar maior se Bressan não tivesse impedido quatro minutos antes. Ele marcou de cabeça após cruzamento de Machado, mas o tento foi bem anulado.

ANDRÉ DESENCANTA

Passada a blitz Tricolor, o Grêmio relaxou e o Sport cresceu no jogo, mas nada que fizesse brilhar os olhos do torcedor leonino. O Rubro-Negro até descontou com André, aos 33. O atacante recebeu ótimo cruzamento de Fabrício, se antecipou a Thyere e, de cabeça, voltou a marcar após cinco jogos. O agitado primeiro tempo ainda teve um chute de Everton Felipe, que exigiu ótima defesa de Leo, e um bate-boca entre Rogério e Rithely.

SPORT VOLTA MELHOR

A etapa complementar também começou com uma blitz. Essa, porém, rubro-negra. Aos 14, uma boa chegada com Lenis e três minutos depois Fabrício cobrou falta venenosa. O gol de empate parecia maduro. E assim foi feito. Na chegada seguinte, ele veio: Everton Felipe cruzou, Matheus Ferraz ganhou de Thyere e empatou.

O Grêmio sentiu o gol, mas também sentiu a falta de ritmo de jogo. O resultado disso? Um Sport ainda mais incisivo e um Tricolor querendo logo o término do jogo. Mas ainda era cedo. Tão cedo, que ainda deu tempo da virada, aos 28, com André. Marquinhos tocou para trás e encontrou André.

O camisa 90 ainda faria mais um, aos 38. Ele recebeu de Marquinhos, venceu na dividida com Pepê e ampliou: 4 a 2. O mesmo Pepê se 'redimiu' na sequência sofrendo pênalti. Fernandinho converteu. A reta final ainda teve Mena sendo expulso com dois amarelos e Thallyson recebendo amarelo mesmo antes de entrar em campo, por reclamação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos