Em treino sem Chávez, Ceni testa embaixadas e até chute no travessão

Rogério Ceni realizou um treino técnico que divertiu os jogadores na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda. A atividade teve circuito com desafios variados e o novo possível desfalque do São Paulo foi o atacante Andrés Chávez, que sentiu dores na coxa direita e não apareceu no campo.

O técnico separou o elenco em três times para realizar o aquecimento e, mais tarde, definiu cinco objetivos em uma espécie de circuito, alternando corrida e prática de fundamentos ao longo de um dos campos do centro de treinamento.

Primeiramente, os jogadores tinham que acertar pequenos gols com um banco na frente. Depois, chutar bolas entre cones e, mais tarde, finalizar com o travessão como meta em outro ponto. Na sequência, precisava balançar as redes entre dois gols colocados frente a frente. Na última parte do circuito, os atletas deveriam fazer embaixadinhas entre hastes e finalizar no gol.

Enquanto os atletas de linha realizavam esse trabalho técnico, os goleiros faziam treinamentos específicos e davam voltas no gramado. Terminaram o dia deitados no chão, testando reflexo defendendo as bolas arremessados por membros da comissão técnica.

Em relação a problemas físicas, Andrés Chávez reclamou de dores na coxa direita e fez tratamento no Reffis ao lado do volante Araruna, também com problemas musculares, e do atacante Wellington Nem, que operou o joelho esquerdo. O volante Wesley, em recuperação de estiramento na coxa direita, só correu no gramado.

Nenhum deles deve estar à disposição de Rogério Ceni para enfrentar a Ponte Preta no domingo, em Campinas, juntando-se à lista de desfalques que já tem o atacante Morato, que passou por cirurgia no joelho direito e deve voltar a entrar em campo somente no ano que vem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos