Cuca vê Palmeiras com time mais fraco do que no ano passado

Cuca continua tentando reduzir a pressão sobre o Palmeiras. Após a derrota por 2 a 1 para o Internacional, que deu ao Verdão a classificação às quartas de final da Copa do Brasil por causa do gol marcado fora de casa, o técnico disse que a equipe titular deste ano não é mais forte que a do ano passado. Pelo contrário.

- Eu já falei muitas vezes, e não é crítica. O Palmeiras fortaleceu muito o seu elenco, mas se pegar o time do ano passado, não fortaleceu. Pelo contrário. Perdeu Vitor Hugo, Moisés e Jesus. Não temos a qualidade dos três, porque é muito raro achar três jogadores assim. Não adianta ficar falando que o Palmeiras é melhor e tem que ganhar tudo, porque se não ralar, não tiver entrega igualzinho aos outros, não vai chegar a lugar nenhum - disse Cuca.

Considerando o time-base de 2017, os substitutos dos três jogadores citados pelo treinador são Edu Dracena, Felipe Melo e Borja (que perdeu a posição de centroavante para Willian). Uma outra mudança está no meio de campo: a entrada de Guerra como principal armador. Em 2016, essa função era de Cleiton Xavier nos jogos em casa. Fora de casa, Cuca compunha o meio com Thiago Santos ao lado de Moisés e Tchê Tchê.

- Eu tenho muito serviço, muito trabalho para melhorar, para ter o encaixe que eu gosto, aquela volúpia, aquela velocidade. Tem muito trabalho, e não tem tempo, porque é jogo em cima de jogo. Requer um período, mas vai acontecer - emendou Cuca.

Com Borja ainda em adaptação ao futebol brasileiro, o técnico já pediu à diretoria que contrate um novo camisa 9. Ele quer usar Willian como segundo atacante, e não como referência na área.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos