Em tempos de crise no Vitória, Sinval Vieira deixa cargo de diretor

Sofrendo pressão da torcida e dos resultados ruim do Vitória, o diretor de futebol Sinval Vieira, deixou o cargo na noite desta quarta-feira. O dirigente estava na função desde o início do ano e, em entrevista ao Bahia Notícias, acrescentou que a crise política que o clube vive também faz parte dos motivos que o levou a abandonar o cargo definitivamente, depois de algum tempo alimentando esse desejo.

- O clube vive um momento político ruim e isso estava me incomodando bastante. Para o bem do Vitória eu achei melhor sair. Já tinha um tempo que eu estava pensando nisso (...) Eu queria sair, mas Ivã (presidente do Vitória) sempre me pedia para ficar. Mas eu cheguei à conclusão que agora não tinha mais jeito. Saí em paz - finalizou o dirigente.

Quem segura as pontas agora é Petkovic, que vai continuar como treinador e gerente de futebol do clube. Entretanto, a ideia da diretoria é que haja um processo semelhante ao que aconteceu no Atlético-PR, quando Paulo Autuori deixou de ser técnico do time para ocupar a coordenação de futebol.

A procura por um novo treinador continua e a situação de Sinval Vieira muda um pouco dentro do clube. Agora, o executivo passa a ter vaga no Conselho Deliberativo do Vitória, algo que já fazia antes de receber licença para atuar como diretor de futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos