Daniel Alves revela incentivo da Juventus por título: carros da Ferrari

  • VALERY HACHE/AFP

Quando o assunto é Liga dos Campeões, Daniel Alves conhece bem. Em sua quarta final da competição, o brasileiro pode ajudar a Juventus a sair da fila de 21 anos sem levantar o troféu neste sábado, quando enfrenta o Real Madrid, às 15h45 (de Brasília), em Cardiff, capital do País de Gales. E revelou nesta sexta-feira, véspera do jogo, que a diretoria da Juve prometeu um "incentivo extra": carros da Ferrari para o elenco.

"A única motivação extra que pode servir é que o presidente disse que podem vir uns cavalinhos vermelhos passeando por aí. Isso te motiva mais, sobretudo para os amantes de carro. Espero que possamos levar a taça para casa e que o presidente faça valer suas palavras", brincou Daniel. O presidente da Juve, Andrea Agnelli, pertence à família que é dona da Ferrari.

Além dos três títulos da Champions, Daniel Alves acumula mais sete participações na competição. E atua ao lado do veterano Buffon, que ao longo dos seus 39 anos, ainda não faturou a "Orelhuda". O lateral preferiu não dar conselhos para os companheiros.

"Posso dormir superbem, como todos os dias. O que aconselho aos meus companheiros é dormir também. Durmam. Não sou ninguém para aconselhar ou ensinar. Minha equipe tem gente que ganhou coisas muito importantes na vida. Sou um eterno aprendiz, as vivências, experiências como profissionais. É a fortaleza do nosso grupo. Contamos histórias, vivências que nos levam a saber que só há um caminho a fazer. Juntar a maior força que temos e tentar o objetivo. Somos um time de força coletiva", disse Daniel Alves, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O adversário desta decisão é um velho conhecido do brasileiro. Foram 14 temporadas atuando contra o Real Madrid, seis pelo Sevilla e oito com a camisa do Barcelona, onde se acirrou ainda mais a rivalidade. E Daniel Alves é um dos jogadores que mais venceram os Merengues na história.

"É um dado para perguntar para eles. Esses números fazem que não seja todo favoritismo para eles. Pode ser um toque de atenção. Não é um enfrentamento de Dani Alves contra Real Madrid. Temos que jogar sem medo de enfrentar o Real Madrid, com ambições de quem tem um prato de comida na sua frente. Penso nisso, que é com essa energia e positividade que temos que insistir", afirmou o lateral, que também falou sobre estar novamente em uma final da Champions:

"É muito especial poder viver esse dia, muito especial estar ao lado de grandes jogadores disputando uma final novamente da Champions League. O mundo para para assistir. Somos privilegiados de estar aqui. Temos que aproveitar o momento, independentemente de quem esteja do outro lado e fazer que esta noite seja especial".

Por fim, Daniel Alves falou da experiência de atuar ao lado de Buffon, um dos maiores goleiros da história do futebol e com um currículo invejável.

"Somos jovens, jovens. Estão falando muito da idade. Temos que falar do profissional que é o Buffon. Ele e eu. São momentos que têm que enfrentar com alegria, com a paixão que move esse esporte. Não temos que estar ansiosos com as partidas. Penso que temos uma rotina que nos trouxe até aqui. Não temos que mudar o que foi feito até aqui. Lutar até o último momento, suar até a última gota. Objetivo é a coroação. Esperamos levar o título para casa".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos