Com derrota em clássico, Dorival reconhece: 'O momento é ruim'

Com a derrota do Santos para o Corinthians por 2 a 0, o Peixe ficou com a 15º colocação na tabela do Campeonato Brasileiro. E é o quarto clássico em que a equipe de Dorival Júnior perde - 3 a 1 para o São Paulo, na Vila Belmiro, 2 a 1 para o Palmeiras, também em Santos, e 1 a 0 para o Corinthians, na Arena, todos no Paulistão.

O técnico reconhece o início ruim na competição, mas ressalta que não se sente pressionado e comparou o resultado com o rendimento do time na Libertadores e Copa do Brasil - o Alvinegro está invicto na competição continental e classificado para as oitavas.

- Não, pressionado não. O treinador está pressionado sempre, é um cargo de confiança. Somos sempre contestados. Temos um equilíbrio na Libertadores. Fizemos um ponto a menos que o líder geral. Acho que se tem um lado ruim pelo mal início no Brasileirão, nas demais competições nossa sequência é positiva. O momento é ruim e eu reconheço isso - explicou.

Com mais uma derrota para a conta, o técnico segue sendo pressionado por parte da torcida, que pede sua saída. Porém o comandante santista acredita que ainda há condições de reverter a situação.

- São situações. Os jogadores vinham bem. Tivemos uma quebra em relação aos dois últimos jogos, mas vamos nos recuperar. O momento não é bom, reconheço, mas não é nada que não seja contornável. Temos condições e capacidade de revertê-lo - concluiu.

O próximo compromisso do Peixe será contra o Botafogo, na quarta-feira, às 21h , no Pacaembu, pela quinta rodada do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos