Contra o Vitória, Abel Braga remonta o Flu com esquema do início de 2017

Abel Braga começou o ano sem Richarlison, a serviço da Seleção Brasileira Sub-20. Quando o atacante voltou, Gustavo Scarpa lesionou-se. O camisa 10 voltou há três semanas, mas então Sornoza e Wellington Silva vem desfalcando o time das Laranjeiras. Por essas e outras ausências, o treinador deixará a formação com três atacantes e voltará para o primeiro esquema testado em 2017 neste sábado. O rival é o Vitória, pela quarta rodada do Brasileiro, no Maracanã.

No entanto, os desfalques e o elenco curto "não tiram o sono" do treinador, garante Abel Braga. O comandante confia em encontrar as soluções dentro do grupo de jogadores que tem. O mais importante é não perder a confiança no trabalho realizado.

- Começamos o ano com uma maneira de jogar, perdemos o Scarpa e tivemos um momento ótimo no Carioca, com Richarlison e Wellington. Agora já não temos Wellington e o Sornoza, mas não temos limite. Daqui a pouco dá uma encaixada em campo - comentou Abel Braga, antes de complementar:

- Não conseguimos repetir o time, mas isso não tira a minha confiança. Sempre terá jogadores em campo. Agora, sabemos dos números. Temos o melhor ataque e a segunda pior defesa da Série A. Ou seja, sabemos que temos de ter mais equilíbrio. Hoje não temos mais três homens de frente. É o desafio, tem de superar jogo a jogo. Não lamento. Confio no que tenho. Se quero mais, quero? Mas sei que só terei em caso de venda ou de troca - afirmou Abelão.

Se Gum, Renato Chaves, Pierre, Sornoza e Wellington Silva estão fora de combate, o meia Wendel foi confirmado entre os titulares por Abel Braga. De acordo com o treinador, o problema no ombro esquerdo não limita a movimentação do jogador, que vai pro sacrifício, afirmou o técnico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos