Arbitragem relata sinalizadores e seis detenções em clássico paulista

Seis torcedores do Corinthians foram detidos na arquibancada do Setor Norte da Arena de Itaquera por conta do uso de sinalizadores durante a partida deste sábado contra o Santos, vencida pelo Timão por 2 a 0. Todos foram encaminhados pela Polícia Militar ao Jecrim (Juizado Especial Criminal) e tiveram os nomes relatados em súmula pelo árbitro Anderson Daronco: Caio Aurélio de Souza, Fábio Silva Campos, Felipe Santana Peixoto, Guilherme da Silva Campos, Rodolfo Muniz do Monte e Sidney Pereira da Silva Junior.

Aos 40 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians já vencia pelo placar final, os bastões luminosos foram acesos no Setor Norte do estádio e a arbitragem logo interrompeu a partida, pois a prática é proibida. Neste momento, um grupo da Polícia Militar iniciou uma ação para identificar os responsáveis e coibir o ato. Tal ação gerou contestações por conta de suposta truculência, mas a tensão entre policiais e torcedores não descambou para o confronto físico.

Apesar da proibição, o uso de sinalizadores tem sido frequente na Arena Corinthians em 2017. O clube até já emitiu notas oficiais e estampa avisos no telão para coibir a prática, o que não tem se mostrado eficaz. A paralisação dos jogos pelos árbitros por conta da ação já é praxe segundo a CBF.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos