Desmanche? Ao contrário de rival, Carille confia em garantia do Timão

Com 19 vitórias em 33 partidas da temporada em que é campeão paulista e atual líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians não planeja fazer nada diferente até 31 de dezembro. Isso significa, entre outros aspectos, manter o elenco que tem alcançado tantas marcas positivas. Segundo o técnico Fábio Carille, a diretoria ofereceu garantias de que, apesar do assédio, nenhum jogador importante será negociado em 2017. Após vencer o Santos neste sábado, o treinador reforçou a tese e ainda avisou que chegarão reforços.

- Estamos de olho em tudo, porque a diretoria do Corinthians está tentando manter tudo. Estou vendo o que está acontecendo com o São Paulo, mas nós aqui é só se for uma coisa muito grande. A diretoria vai manter até o fim do ano todo o time e ainda é possível que cheguem jogadores - explicou Carille, que no dia anterior já tinha falado em entrevista coletiva que "ao contrário do São Paulo vamos fazer de tudo para que não saiam atletas".

No rival, o atacante Luiz Araújo foi negociado com o Lille (FRA) e há outras ameaças de saídas, como de Thiago Mendes e Júnior Tavares. No Timão a história é diferente: foi recusada uma oferta do Ajax (HOL) pela compra do lateral-esquerdo Guilherme Arana, um dos principais destaques da temporada, com sete assistências. Aos empresários de Arana e ao clube europeu, o Timão reforçou a tese de que não planeja vender nenhum jogador até o fim de 2017.

Agora, o clube corre atrás de reforços pontuais para a sequência do ano. O planejamento é de conseguir um lateral-direito, um zagueiro, um meia e possivelmente até um novo atacante. Até o momento, o Corinthians tem conversas com os zagueiros Anderson Martins e Leandro Castán, com maior propensão de buscar o segundo nome, e o lateral Cicinho, cada vez mais distante de um acerto. Nas outras posições, o Timão age com sigilo e sem pressa. O elenco atual contra com 36 jogadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos