PM impede organizadas do São Paulo de irem a Campinas e causa revolta

Milhares de são-paulinos, que ocuparam mais de 40 ônibus e iam para Campinas, foram impedidos de ver o jogo do time contra a Ponte Preta, neste domingo. A Polícia Militar barrou os veículos, ocupados em sua maioria por membros de organizadas do Tricolor, alegando falta de ingresso.

- Todos os ônibus das organizadas (Independente e Dragões da Real) estão voltando da estrada para São Paulo a mando da Polícia Militar. Motivos passados a nós: O espaço destinado a visitante não comporta os mais de 40 ônibus e pessoas que nele estão. Ou seja, uma vergonha. Pedimos desculpas aos sócios da torcida, não por nós, mas por terem nascido no Brasil e, com frequência, passarem por isso - diz comunicado divulgado nas redes sociais da Dragões da Real.

Os são-paulino foram barrados na altura da rodovia Anhanguera. De acordo com a PM, a ação foi tomada durante vistoria rotineira na estrada porque haviam muitos torcedores sem ingresso nos ônibus e a informação era de que as bilheterias estavam fechadas - apesar de o site oficial da Ponte Preta divulgar que elas estariam abertas até o intervalo.

- Mandaram voltar os ônibus por que não tínhamos ingressos? Contem outra para a população ou continuem colocando nas culpa nas organizadas! - escreveu a Dragões da Real, em seu Twitter, exibindo foto com uma série de ingressos para a partida deste domingo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos