Victor pega segundo pênalti de Willian e lembra jejum do Palmeiras

O goleiro Victor foi o grande nome do jogo entre Palmeiras e Atlético-MG, que terminou com o empate sem gols no Allianz Parque. Próximo do fim do primeiro tempo, o time paulista teve um pênalti ao seu favor, mas o atacante Willian parou no goleiro Victor. A defesa do camisa 1 valeu não só a igualdade rara dentro do estádio alviverde como também a sequência invicta do Galo diante do rival. Dos últimos doze jogos entre os clubes, o Atlético venceu nove e empatou os outros três.

- Desde 2011 o Palmeiras não consegue vencer o Atlético. Acho que o 0 a 0 condiz com o que foi a partida, as duas equipes tiveram boas chances. Eu e o Prass trabalhamos muito. Creio que as equipes têm dois dos melhores elencos do país e ainda vão engrenar no campeonato. Quando encaixar, os times vão fazer jogos melhores - comentou o goleiro.

Vale lembrar que esta não foi a primeira vez que Victor defendeu um pênalti de Willian. Em 2015, o atacante ainda estava no Cruzeiro e teve a oportunidade de dar a vitória ao time celeste já no final do jogo. Porém, o goleiro atleticano defendeu o pênalti e garantiu o empate por 1 a 1 no Mineiro.

- Cada defesa tem sua importância. Pelo momento do jogo, um pênalti é sempre importante para o goleiro. Defender a cobrança nos deu mais tranquilidade para voltar para o segundo tempo sem precisar correr atrás do empate - acrescentou o goleiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos