Após 2.429 dias, Carille reviverá sua 'primeira vez' como técnico do Timão

Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Paulinho, Jucilei, Elias e Danilo; Iarley e Souza.

Desta escalação, cinco jogadores já penduraram as chuteiras, cinco se aventuram no futebol pelo Brasil e pelo mundo e só um continua no elenco do Corinthians. Aos 37 anos, o meia Danilo trata uma lesão e não tem atuado, o que faz com que o Timão tenha só uma coincidência em sua formação inicial entre os dias 13 de outubro de 2010 e 7 de junho de 2017: o técnico Fábio Carille.

Efetivado como treinador do Corinthians no início deste ano, em que já é campeão paulista e briga pela liderança do Brasileirão, Carille está no Corinthians desde 2009. Auxiliar contratado na passagem de Mano Menezes, o profissional integrou a comissão técnica fixa do clube e foi ficando... até que em outubro de 2010 viu Adilson Batista ser demitido do comando e teve sua primeira experiência como treinador interino do Timão, em uma partida contra o Vasco. Após 2.429 dias, é justamente o adversário da primeira vez que o agora treinador campeão vai reencontrar nesta quarta, pelo Brasileirão.

Em 2010, Carille não conseguiu espantar o jejum de seis partidas sem vencer que o Corinthians conservou até enfrentar o Vasco e saiu derrotado por 2 a 0, com gols de Zé Roberto e Éder Luis - aquele Vasco ainda tinha nomes como Fernando Prass, Felipe, Rafael Carioca e até Fellipe Bastos, hoje comandado pelo próprio treinador no Corinthians. O interino ainda teve mais um empate contra o Guarani antes de dar lugar a Tite, cuja história todo mundo conhece.

Curiosamente, logo após a estreia do atual treinador como interino, o então presidente corintiano Andrés Sanchez cometeu uma gafe: "Carille? Não sei quem é Carille", disse, durante entrevista a uma rádio de São Paulo ainda em São Januário. O mandatário disse, depois, conhecer o profissional como Fábio.

Atualmente, não há torcedor do Corinthians que não saiba quem é Carille. Ou Fábio, tanto faz. São 23 vitórias, 14 empates e seis derrotas (incluído o jogo contra o Vasco de 2010), com 64% de aproveitamento em 43 jogos comandados até o momento. Ele já soma um título e viu seu time marcar 51 gols e sofrer apenas 27 neste período de mais de sete anos. E tudo começou em São Januário...

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos