Cotado para 'chacoalhar' elenco do Santos, Levir já barrou medalhões

- É preciso chacoalhar a roseira - disse o presidente Modesto Roma Júnior, em entrevista à TV Globo, após demitir o técnico Dorival Júnior.

Apesar de não estar se dirigindo diretamente a Levir Culpi, o principal nome para assumir o Peixe, o dirigente quer, acima de tudo, um profissional capaz de cobrar e fazer mudanças no time.

Em seu currículo, além de títulos da Copa do Brasil e de estaduais em diferentes partes do país, Levir carrega o fardo de ter barrado medalhões, como Ronaldinho Gaúcho e Fred.

No Atlético-MG, equipe pela qual foi campeão da Copa do Brasil em 2014, Levir Culpi cobrou de Ronaldo comprometimento. Em sequência, o ídolo deixou a Cidade do Galo. Nas Laranjeiras, foi a vez de Fred, líder do time, ser afastado por ter cobrado Gustavo Scarpa no vestiário, atitude que o treinador julgou humilhante para os companheiros. Mais tarde, o camisa 9 foi reintegrado.

Na Vila Belmiro, os mais cobrados por torcedores são Vitor Bueno, Ricardo Oliveira e Renato. No primeiro treino comandado por Elano, o interino, Copete e Vladimir Hernández deixaram a equipe para as entradas de Matheus Ribeiro e Vecchio. Ricardo Oliveira não treinou por dores no tornozelo direito.

O novo treinador do Santos será responsável por comandar o time na Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores até o fim da temporada, já que em dezembro haverá eleições presidenciais.

Na última segunda-feira, Modesto Roma se reuniu com Levir por mais de quatro horas e a negociação evoluiu entre as duas partes. Nesta terça, um novo encontro acontece em busca de um desfecho positivo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos