Lucão deixa perseguição para trás no São Paulo: 'Retomei minha confiança'

Há pouco mais de um ano, Lucão sofria com constantes xingamentos de torcedores do São Paulo, que não o poupavam, principalmente, por um erro em derrota para o Corinthians. Mas o jogador de 21 anos é, atualmente, um dos titulares de Rogério Ceni. E comemora por ter retomado a confiança.

- Na verdade, aqui dentro isso nunca foi falado, independentemente do que aconteceu ou deixou de acontecer. Sabemos como é e eu sempre soube lidar com isso. E não teve mais nenhuma problema com a torcida. Isso é passado, já passou. O que importa é daqui para frente. Fico feliz de estar jogando, retomando a confiança, o que é fundamental no futebol. Só tenho a agradecer o apoio dos companheiros, da comissão técnica e do Rogério, que sempre me acompanharam, independentemente de qualquer coisa.

A fase atual do camisa 4 é, realmente, bem diferente. Contra o Vitória, nesta quinta-feira, ele deve fazer seu quarto jogo consecutivo como titular, uma evolução depois de chegar a ser a última opção na posição há alguns meses. Hoje, ele é beneficiado por saber atuar em qualquer um dos lados da defesa - contra o Palmeiras, chegou a terminar o clássico como lateral direito.

- Espero e quero vencer no São Paulo. Enquanto estiver aqui, é o que busco diariamente, em prol do grupo. Pensando em mim, mas primeiramente na equipe. Espero corresponder a todas as expectativas sempre e dar o meu melhor - disse, negando que atua melhor longe do Morumbi, sem a pressão da torcida.

- Com certeza, não é verdade. É muito tranquilo jogar no Morumbi. Não jogo sozinho. Tem apoio para todos. Quando erra, é normal torcida vaiar. Precisa lidar com isso. Estou sempre atento em campo e faço o meu melhor, no Morumbi ou fora. O que aconteceu já passou, não acrescenta ficar falando mais. É passado, vivo outro mundo. Espero que seja assim daqui para frente, de como está para melhor.

Confira outros assuntos abordados pelo zagueiro em sua entrevista coletiva:

Três zagueiros

Deu certo. Rogério conseguiu achar boa opção para jogar e conseguimos encaixar bem com três zagueiros. Dá consistência defensiva e ofensiva muito boa. É o que nos faltava. É mais uma opção que ele tem. Que isso some para nós, assim como com uma linha de quatro.

Jogar dos dois lados da zaga

É uma boa opção que o Rogério sempre vai ter. Não só eu, Rodrigo também joga dos dois lados e temos zagueiros de qualidade para qualquer necessidade. de qualquer lado, estou à disposição.

Olimpíada 2016

Por ficar fora da Olimpíada, como aconteceu com todos que tinham expectativa, fiquei triste. Mas o que foi falado na Seleção era que dariam prioridade a quem estava jogando, com ritmo, e eu não estava jogando naquele momento. Antes, eu apresentava um bom futebol, mas, depois, parei de ser convocado, era natural não ser chamado.

Maicosuel

É um jogador agudo, veloz, muito rápido. se vier, só tem a somar, como qualquer contratação. Quem chega está sempre querendo mais, querendo ajudar e mostrar, o que é importante. Eu o acompanho no Atlético e comentamos sobre ele, vai nos ajudar muito. Acho que nunca joguei contra ele.

Boato sobre Lucas Lima

Com certeza, é um grande jogador. Não à toa, vem sendo chamado para a Seleção. Tem muita qualidade técnica e uma visão de jogo fora do normal. Se vier, com certeza vai nos ajudar muito, como Maicosuel. Já joguei contra e posso falar que tem visão de jogo diferente, vai nos ajudar. Se o São Paulo trazê-lo, seria bom.

Desfalques

Para time nenhum é bom. Quanto mais opções no elenco, melhor para o Rogério, para a formação tática e técnica. São cartas na manga que, quando ele não tem, é uma dificuldade maior para ele montar a equipe. Mas temos jogadores que suprem ausência. Independentemente de quem vai jogar, temos sempre tudo para fazer boas partidas.

Jogo na quinta

Somar pontos em casa é nossa obrigação. Se quer almejar algo no Brasileiro, é isso. E tentar somar ponto fora de casa, se quisermos briga no topo, por Libertadores ou título. É a nossa forma de pensar.

Melhores jogos pelo São Paulo

Tenho duas partidas, ambas na Argentina. Um contra o Defensa y Justicia e outra contra o San Lorenzo, na Argentina. São partidas em que me autoavaliei e me avaliaram e tive um bom desempenho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos