Paulão alerta Vasco para poderio ofensivo do Timão, e destaca força da torcida

Paulão não esconde sua responsabilidade de ajudar o Vasco a conter o ímpeto de um Corinthians em ascensão no início de Brasileirão. Em entrevista coletiva no início da tarde desta terça-feira, o zagueiro ressaltou que a atenção da marcação não deve se restringir a Jô.

- Quando um clube enfrenta outro que tem um ataque positivo, temos que todos ter muita atenção. Do atacante ao Martín (Silva). Sabemos da qualidade do Corinthians. Jô é especialista, mas temos que ter atenção com todos. Jogar como vínhamos fazendo dentro de casa. Nós temos o Luis Fabiano, que também é um definidor.

O defensor minimizou que a necessidade de obter a vitória nos próximos dois jogos em casa aumente a tensão do elenco cruz-maltino:

- Não vemos isso como pressão. Se fizemos uma boa pontuação dentro de casa, nos livramos. Fora de casa um empate pode nos ajudar também. O pensamento do presidente (Eurico Miranda) está correto. Queremos fazer grandes partidas fora de casa e também buscar alguns pontos fora para chegarmos em um nível alto.

Aos seus olhos, a força da torcida será fundamental para dar força à equipe diante do Timão:

- A torcida nos impulsionou. O último jogo ficou claro isso. Esse carinho dentro de casa nos faz mais fortes. Precisamos nos sentir verdadeiramente em casa em São Januário. Sempre foi muito difícil enfrentar o Vasco aqui, e queremos resgatar isso.

De acordo com ele, o bom rendimento em São Januário ajuda a equipe a confiar em uma superação a cada rodada, especialmente diante de um Brasileirão que, neste início, está marcado pelo equilíbrio.

- Sabemos da dificuldade do Brasileiro, são 38 jogos "no fio". Estamos com o pensamento de ralar, porque temos condições. É parelho para todo mundo. Contra o Corinthians vamos tentar chegar a nove pontos. Chapecoense está liderando, o que muita gente não imaginava. Todos aqui acreditamos nisso.

Paulão crê que seu entrosamento com Breno será importante para a equipe evoluir defensivamente no decorrer da competição:

- O entrosamento será natural com o tempo. Nós procuramos conversar muito e estar próximos para corrigirmos as falhas um do outro. Essa confiança queremos passar para nossa torcida e para o restante do time.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos