Corinthians goleia o Vasco em noite que a efetividade se destaca

A efetividade ganhou da emoção. Um Corinthians sabendo jogar fora de casa goleou o Vasco na noite desta quarta-feira em São Januário pelo placar de 5 a 2. Os mais de 16 mil torcedores saíram do estádio desanimados com a quebra da sequência de duas vitórias dentro de casa.

Diferentemente da superioridade incontestável que o Corinthians teve sobre o Vasco no primeiro encontro entre as equipes neste ano, durante a pré-temporada nos EUA com a disputa da Florida Cup, a partida desta quarta-feira pelo Brasileiro foi bem animada e com o nível técnico entre os times bem emparelhado.

No Vasco de Ednelson Silva - o técnico Milton Mendes cumpriu suspensão automática após expulsão no jogo anterior contra o Grêmio -, se via um time forte, apesar da insistência por Kelvin. Fábio Carille, no Corinthians, colocou uma equipe proposta pela efetividade e isso surtiu o efeito esperado.

Logo aos três minutos, Marquinhos Gabriel aproveitou de primeira após cruzamento de Arana e colocou o Corinthians na frente. A partir de então ficou praticamente um ataque contra defesa, com o Vasco pressionando pelo empate. Manga e Mateus Vital obrigaram o goleiro Cássio a fazer boas defesas para evitar o gol.

A efetividade já citada aqui proposta pelo Corinthians ficou notória aos 38 minutos, quando em sua segunda finalização no jogo, o time de Carille ampliou. Jô recebeu nas costas de Paulão, passou por Martin Silva e garantiu a vitória parcial. O Vasco foi para o intervalo com 11 finalizações e o Timão apenas com três, evidenciando a estatística.

Na etapa final, Nenê entrou e deu o que faltava para o Vasco chegar aos gols. No minuto inicial, cobrou falta e Luis Fabiano se antecipou para igualar. No lance seguinte, o empate chegou após Fabuloso levar a melhor contra Pablo. Dois minutos que colocaram fogo nos jogadores e nos torcedores em todo o estádio.

O Vasco seguiu atrás da virada, enquanto o Corinthians aproveitava o contra-ataque. E foi assim que um efetivo time paulista freou a euforia cruz-maltina. Aos 12, Maycon aproveitou ótimo passe de Clayson para tirar de Martin Silva e fazer. Ainda deu tempo para Clayton, aos 38, cabecear, a bola desviar em Yago Pikachu e entrar e aos 46, Clayton de novo escorar e finalizar a goleada.

Vitória de um Corinthians efetivo sobre um Vasco na emoção.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 5 CORINTHIANS

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 7/6/2017, 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)

Renda/público: R$ 561.905,00/15.517 pagantes/16.288 presentes

Cartões amarelos: Clayson, Pablo, Gabriel (COR)

GOLS: Marquinhos Gabriel 3'/1ºT (0-1), Jô 38'/1ºT (0-2), Luis Fabiano 1'/2ºT (1-2), Luis Fabiano 2'/2ºT (2-2), Maycon 12'/2ºT (2-3), Clayton 38'/2ºT (2-4) e Clayton 46'/2ºT (2-5)

VASCO: Martin Silva, Gilberto (Nenê intervalo), Paulão, Breno e Henrique; Jean (Muriqui 31'/2ºT), Douglas, Yago Pikachu e Mateus Vital; Kelvin (Manga 5'/1ºT) e Luis Fabiano. Técnico: Ednelson Silva.

CORINTHIANS: Cássio, Paulo Roberto, Pablo, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson (Giovanni Augusto 28'/2ºT) e Marquinhos Gabriel (Clayton 37'/2ºT); Clayson (Pedrinho 35'/2ºT) e Jô. Técnico: Fábio Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos