Paulo Vitor vibra com campanha do Voltaço e espera definir futuro logo

Campeão da Série D do Campeonato Brasileiro pelo Volta Redonda, no ano passado, o lateral-esquerdo Paulo Vítor espera definir um clube pelo qual possa atuar no segundo semestre nos próximos dias. Vice-campeão estadual capixaba pelo Doze FC, no primeiro semestre, o jogador tem mantido a forma em sua cidade natal, até a assinatura de um próximo vínculo.

- Depois do Campeonato Capixaba, meu contrato com o Doze terminou. Chegaram algumas propostas, mas ainda não fechei com nenhum clube. Eu estou otimista e preparado para um novo desafio para dar sequência a minha carreira - disse Paulo.

O jogador não esquece a importância do Volta Redonda para a carreira dele. Tanto que vibra com a campanha do clube, que está entre os líderes da Série C do Brasileiro.

- Cheguei ao Volta Redonda em 2008. Foi ali onde tudo começou na minha carreira e fico feliz por ver o clube fazendo uma boa campanha na Série C. Participei da campanha do título do Campeonato Brasileiro da Série D no ano passado, e me sinto muito honrado por fazer parte da história do clube. Ali conquistei também a Taça Rio. São dois títulos importantes. Sou muito grato ao Zada, diretor de futebol, e a todos os técnicos, torcedores e companheiros com os quais pude trabalhar.

No Espírito Santo, Paulo Vítor fez um grande Campeonato Estadual, sendo um dos melhores jogadores em sua posição durante a competição. O jogador lamentou a perda do título na final disputada contra o Atlético-ES, mas ressaltou a força do elenco do Doze.

- A experiência no Doze foi excelente. Faltou o título, que por muito pouco não veio. Éramos um time formado por jogadores jovens, mas que, com trabalho sério e dedicação, conseguimos fazer uma grande campanha no Campeonato Capixaba. O vice-campeonato no estadual trouxe visibilidade para os jogadores. Demos nosso melhor. Particularmente, foi especial para mim, porque consegui jogar com regularidade, tive uma oportunidade de mostrar meu trabalho, e sou grato pela oportunidade que me foi dada tanto pelo clube quanto pelo Orlando da Hora, o nosso treinador - disse Paulo.

Experiência no Timão

Nascido em Barra do Piraí, cidade vizinha de Volta Redonda, Paulo começou a carreira no Voltaço, mas logo chamou a atenção do Corinthians. Dos anos que passou no Timão, o jogador conta que só tem boas lembranças, e afirma ter adquirido experiências muito importantes para toda a sua carreira.

- O período nas divisões de base do Corinthians acrescentou muito para mim tanto na parte pessoal quanto como profissional. Fui para São Paulo sozinho, ainda bem jovem, e isto me fez amadurecer. Até hoje foi o período mais marcante da minha carreira, pois o Corinthians é um clube grande, com uma torcida gigante, que apóia os seus jogadores desde a base. Aprendemos a conviver desde cedo a pressão de ter que vencer sempre, a obrigatoriedade de se conseguir títulos, bons resultados, então isso te faz bem. Aprendi a lidar com as pressões da nossa profissão - disse Paulo, relembrando o período em que treinou com o elenco profissional, à época comandado por Tite:

- Lá também tive a oportunidade de trabalhar com com grandes profissionais das divisões de base, que fica até difícil dar nomes, pois são várias pessoas que me ajudaram muito. Trabalhei também com o elenco profissional, que na época era treinado pelo Tite. O elenco tinha jogadores como o Guerrero, o Cássio, o Paulo André, o Danilo, e tantos outros atletas importantes na história do Timão. Trabalhar com o Tite foi de muito aprendizado. Ele nos pedia para trabalhar com o máximo de intensidade. E, acima de tudo, tratava a todos com a mesma educação, com o mesmo respeito, com o mesmo grau de importância e atenção. Não à toa está fazendo o sucesso que está à frente da Seleção.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos