Weverton contém euforia por vaga na Copa de 2018 e analisa clássico

O goleiro Weverton deve ser o titular na meta da Seleção Brasileira no amistoso da próxima sexta-feira, contra a Argentina. Campeão dos Jogos Olímpicos no ano passado e presente em todas as convocações de Tite, ele tem bons motivos para ficar confiante com a vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

- Não estou aqui à toa. Quem me colocou sabe por que estou aqui e confia no meu trabalho. Não me importa quem tem mais experiência ou menos, a oportunidade é minha e preciso fazer o melhor para poder ajudar a equipe - analisou o titular do Atlético-PR.

Weverton, porém, procura evitar a euforia antecipada com relação ao Mundial. Isso porque ele só esteve na equipe titular da Rio-2016 após a lesão de Fernando Prass, do Palmeiras, que acabou cortado. Ele acabou defendendo o último pênalti da Alemanha na final olímpica, ajudando a garantir a medalha de ouro do Brasil.

- Torço muito para que aconteça (ir à Copa). A gente até lembra o que aconteceu com o Prass nas Olimpíadas. Cheguei aos 48 minutos praticamente, não esperava estar lá. Então não adiante achar que eu estou agora e, de repente, não estarei no futuro. Quero aproveitar cada oportunidade que o Tite tem me dado e fazer um grande trabalho. Não dá para cravar o que vai acontecer daqui a um ano, é muito tempo - ponderou.

O amistoso contra a Argentina colocará estrelas como Lionel Messi, Paulo Dybala, Gonzalo Higuaín e Ángel Di María contra o goleiro. Ele, porém, não se incomoda com esses grandes jogadores. Além disso, ainda falou sobre Jorge Sampaoli, que fará sua estreia com os Hermanos.

- Às vezes, quem está em um momento bom, não vence, como quem está em um momento ruim, pode não perder. Cada clássico é uma história diferente. A troca de treinador vai motivá-los, há um novo ânimo, esperança para quem não vem atuado e para quem não vem tão bem. A gente espera que a recuperação da Argentina venha depois dessa partida.

Já classificada para a Copa do Mundo da Rússia, a Seleção Brasileira fará dois amistosos em Melbourne, na Austrália. O primeiro será o grande clássico contra os argentinos, nesta sexta-feira, às 7h05 (de Brasília). O segundo, na terça-feira, dia 13, será contra a seleção local.

- A equipe toda é uma preocupação para a gente. A comissão técnica tem estudado bastante o estilo de jogo do Sampaoli, aquilo que ele vinha fazendo no Sevilla, então, com certeza, vão passar tudo o que é necessário para não sermos surpreendidos. São jogadores que individualmente podem mudar um jogo, então todo o cuidado é pouco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos