ATUAÇÕES: Ataque do Corinthians é fatal e Fabuloso brilha no Vasco

Marquinhos Gabriel, Clayson, Clayton, Jô... O inspirado ataque do Corinthians mandou cinco bolas na rede em noite de falhas defensivas do Vasco, que também teve seu artilheiro: Luís Fabiano, com dois gols. Placar: 5 a 2 para o Timão em São Januário. Confira as notas do LANCE!:

VASCO

4,5

Martín Silva

Não teve culpa nos gols, mas também não fez defesas difíceis.

3,5

Gilberto

Ficou perdido na marcação no primeiro gol do Corinthians, que saiu pelo seu setor. Errou a maioria das jogadas e nem voltou para a etapa final.

3,5

Breno

Sofreu para fazer a cobertura pelo lado direito, chegando atrasado em alguns lances, inclusive no terceiro gol corintiano.

3,0

Paulão

Outro que teve uma atuação ruim. No segundo gol do Corinthians, perdeu na corrida para Jô e ainda atrapalhou Martín Silva.

4,5

Henrique

Também não se salvou na marcação, já que os dois últimos gols do Corinthians saíram pelo seu setor. Cruzou para Luis Fabiano marcar.

3,5

Jean

Ficou perdido com a movimentação corintiana pelo meio de campo. Deu espaços e não conseguiu desarmar.

6,5

Douglas

Deu espaços, mas também desarmou pelo meio de campo e mostrou muita qualidade nas saídas de bola. Organizou as jogadas do Vasco.

6,0

Mateus Vital

Também mostrou qualidade nos passes, sem erros. Dominou bonito de peito antes de chutar e quase marcou. Caiu de rendimento depois.

5,0

Yago Pikachu

Atuou mais avançado no primeiro tempo e depois voltou a ser lateral. Errou muitos cruzamentos e não conseguiu render.

-

Kelvin

Sentiu lesão no joelho esquerdo logo no início do jogo e teve de ser substituído. Fica sem nota.

7,5

Luis Fabiano

Ganhou duas vezes de Pablo pelo alto para marcar os dois gols do Vasco logo nos primeiros minutos da etapa final. Perdeu uma outra chance.

6,0

Manga Escobar

É esforçado e até levou perigo principalmente pelo lado esquerdo, mas também errou muito e perdeu bolas.

6,5

Nenê

Entrou no segundo tempo e ajudou na criação das jogadas, com bons passes. Cobrou falta para Luis Fabiano marcar o primeiro gol.

5,0

Muriqui

Entrou aos 30 minutos do segundo tempo e não acrescentou, praticamente sem nem pegar na bola.

4,5

Téc: Ednelson Silva

Comandou o time por conta da suspensão de Milton Mendes. Vasco sofreu na marcação e foi goleado em casa. Entrada de Nenê ajudou.

CORINTHIANS

6,5

Cássio

Evitou a virada vascaína no começo do segundo tempo com duas defesas importantes, em chutes de Mateus Vital e Manga. Papel de destaque.

5,5

Paulo Roberto

Correu risco de cometer pênalti, teve muito trabalho com Manga e deu espaços. Quando saiu da defesa, conseguiu uma boa assistência no fim.

6,5

Pedro Henrique

Precisão pelo alto e nas bolas rasteiras, especialmente no primeiro tempo, e também consertando problemas de posicionamento do setor.

5,0

Pablo

Perdeu no alto para Luis Fabiano nos lances dos dois gols do Vasco, mesmo com o atacante subindo menos. Faltou precisão nas jogadas.

6,0

Guilherme Arana

Assistência de qualidade no lance do primeiro gol, poucos erros de passe e, ao mesmo tempo, espaço para o Vasco cruzar muitas bolas na área.

6,0

Gabriel

Atuação discreta, talvez por ter levado cartão amarelo já no primeiro tempo. Fez boas interceptações e irritou os atacantes do time adversário.

7,0

Maycon

Atuação era discreta até o lance em que se posicionou com maestria para aproveitar o passe de Clayson. Depois, esteve na jogada do quarto gol.

7,5

Marquinhos Gabriel

Gol e assistência de muita qualidade que estabeleceram a vantagem no primeiro tempo. Segundo tempo mais discreto, mas com bom controle.

5,5

Jadson

Centralizado ao contrário das partidas anteriores, não se encontrou muito bem no jogo. Faltou mais circulação de bola e intensidade.

7,0

Clayson

Participou da jogada do primeiro gol, buscou espaços vazios o tempo todo e ainda deu bela assistência no lance do terceiro gol. Boa atuação.

7,0

Apostou bastante em jogadas de profundidade, prendeu a marcação do Vasco, e brilhou em contra-ataque preciso e uma boa assistência no fim.

6,0

Giovanni Augusto

Voltou depois de dez jogos e deixou clara a falta de ritmo de jogo. Mesmo assim, conseguiu prender a bola no ataque e errou poucos passes.

6,5

Pedrinho

Também de volta após um mês sem jogar, tentou marcar no primeiro lance e participou da jogada do quarto gol. Tempo é curto, o talento não.

7,5

Clayton

Entrou para fechar o placar em lances de bom posicionamento e muito oportunismo. Aproveitou espaço para deixar sua marca para Carille.

7,0

Téc: Fábio Carille

Desatenção defensiva preocupa, mas o nível de produção ofensiva dá ânimo, assim como as alterações ousadas. Time disciplinado e ativo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos