Titular com Elano, Vecchio cita drama em afastamento do Santos

  • Divulgação/santos FC

Desafeto de Dorival Júnior no Santos, o meia Vecchio estreou nesta temporada na vitória sobre o Botafogo, no último sábado, sob o comando de Elano. Apesar de ter sido substituído no início da segunda etapa, o camisa 20 gostou de sua atuação.

Por outro lado, citou o drama de seu afastamento enquanto Dorival esteve no comando, mas não entrou em detalhes.

"A pior parte foi ficar longe dos meus companheiros, foram dois meses afastado. Mas segui trabalhando forte, sem perder o foco. Agradeço toda a comissão técnica, Elano, Serginho, Marcelo... não é fácil colocar para jogar um jogador que não jogava há muito tempo. Estou muito feliz por voltar a jogar. Sabia que eu iria sangrar, como se diz. Foi um período difícil", disse.

Além de um áudio em espanhol que criticava Dorival, que segundo representantes de Vecchio não era dele, um dos motivos do desentendimento foi uma reclamação do argentino por não ter sido titular em um treinamento.

"Não entendi muito bem (o afastamento), mas deixei nas mãos de Deus. Hoje eu me senti bem com a bola, sabia que eu sairia por causa da falta de ritmo de jogo. Treino é diferente de jogo", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos