Vasco sofre sem 'parte cirúrgica' para o gol; Ednelson fala para sequência

Um problema do Vasco ficou evidente após a goleada sofrida para o Corinthians na última quarta-feira, em São Januário. O time criava, chegava, mas não acertava a finalização. Essa "parte cirúrgica" para o gol foi apontada pelo auxiliar Ednelson Silva, substituto de Milton Mendes neste jogo por conta de suspensão do treinador, para ser trabalhada na sequência do Campeonato Brasileiro.

- Dentro do que foi trabalhado, conseguimos colocar algumas coisas. Empatamos o jogo no segundo tempo, mas faltou a parte cirúrgica que o Corinthians teve. Aproveito para agradecer aos torcedores que vieram. Os jogadores ficaram muito motivados. A torcida saiu triste, mas ainda temos 33 rodadas. As coisas vão acontecer - afirmou o comandante.

Os números do LANCE! Footstats deixam isso ainda mais claro. O Vasco finalizou 23 vezes (15 erradas e oito certas) e fez dois gols. O Corinthians finalizou somente dez (seis certas e quatro erradas) e conseguiu balançar as redes em cinco oportunidades. Ednelson completou afirmando que o número elevado de gols sofridos não pode ser avaliado somente pelo setor defensivo.

- Nós não podemos avaliar apenas o sistema defensivo. Temos meio de campo e ataque, onde começa tudo. Se aconteceu, foi porque todos os atletas tiveram esse problema. A marcação começa na frente. Não podemos pontuar apenas um lugar - finalizou o auxiliar de Milton Mendes.

O Vasco volta a treinar nesta quinta-feira em São Januário. O próximo compromisso do Cruz-Maltino é sábado, às 19h, diante do Sport, também em casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos