Róger Guedes almeja Europa e pensa em deixar o Palmeiras nesta janela

  • Rubens Cavallari/Folhapress

A passagem de Róger Guedes pelo Palmeiras está caminhando para o fim. O atacante tem o desejo de se transferir para o futebol europeu já na próxima janela de transferências, em julho. O clube já está ciente disso e aguarda a chegada de propostas. Por enquanto, só houve sondagens.

Quem convive com Róger Guedes diz que ele está disposto a mudar de ares porque "não tem mais clima" no Verdão. Além de não conseguir repetir o bom futebol do ano passado, o jogador viveu alguns episódios ruins em abril: bateu boca com Eduardo Baptista e foi retirado da concentração após treinar como titular e perder a posição na véspera do jogo contra o Peñarol (URU), em casa, sofreu um pesado trote dos companheiros na Academia de Futebol e foi chamado de "moleque" por Felipe Melo em um treino no Uruguai.

A chegada de Cuca atenuou a situação, já que o treinador deu confiança ao camisa 23 e o escalou como titular seguidas vezes, mas não muda o cenário.

O Palmeiras comprou 25% dos direitos econômicos de Róger Guedes há pouco mais de um ano por R$ 2,5 milhões. Paulo Nobre, presidente do clube na ocasião, aportou todo o valor e tem direito a receber exatamente esta quantia quando o atleta for vendido. Havia uma cláusula que dava ao Verdão a preferência para comprar outros 25% dos direitos por R$ 5 milhões, mas o clube preferiu não exercê-la e o Criciúma segue dono de 75%.

No ano passado, o Palmeiras recusou uma oferta de 8 milhões de euros (na época quase R$ 29 milhões) do Spartak Moscou por Róger Guedes. É quase o mesmo valor que o Ajax (HOL) ofereceu para tirar o atacante Richarlison do Fluminense em janeiro. Uma venda de Guedes, então, poderia facilitar a busca pelo jovem goleador, nome aprovado por Cuca para reforçar o setor ofensivo.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos