São Paulo libera Chávez e busca atacante 'para vestir a camisa'

Ainda na busca por reforços para a temporada, o São Paulo já dispensou um jogador que não faz parte dos planos de Rogério Ceni. O centroavante Andrés Chávez, emprestado até o final deste mês pelo Boca Juniores, foi liberado para voltar à Argentina e não deve mais entrar em campo pelo Tricolor.

Chávez se destacou com a camisa tricolor no ano passado, mas perdeu espaço nesta temporada com a contratação de Lucas Pratto e a ascensão de Gilberto, artilheiro do time na temporada mesmo sendo reserva. O camisa 9 argentino entrou em campo somente 12 vezes nesta temporada.

Chávez deixa o São Paulo com 12 gols em 35 partidas. Em 2017, mesmo pouco utilizado, balançou as redes duas vezes. Na semana passada, ficou afastado dos campos por contratura muscular, mas treinou com o elenco na terça-feira e chegou a ser relacionado para a partida contra o Vitória, nessa quinta-feira, mas não ficou nem no banco de reservas.

Não é exatamente para a posição de Chávez, mas sua saída abre espaço para a diretoria gastar com outro atacante. Apesar das recentes contratações de Maicosuel e Denilson, ex-Avaí, o clube, que acaba de vender Luiz Araújo para o Lille, da França, quer a contratação de um velocista. E quer alguém que considera "pronto".

- Ainda queremos mais. Continuamos buscando uma peça nessa posição porque o Denilson é um rapaz de muito potencial, mas, no curto prazo, não é esperado para resolver o problema. Precisamos resolver os problemas de curto prazo para voltar a ganhar. O São Paulo precisa voltar a ganhar títulos Temos de trazer jogadores prontos para chegar, jogar e vestir a camisa - disse o diretor de futebol Vinicius Pinotti.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos