Vaias a Peter Siemsen e 'olhômetro': Conselho do Flu aprova contas de 2016

O Salão Nobre das Laranjeiras foi palco de uma tensa reunião na noite desta quinta-feira. O Conselho Deliberativo reuniu-se para decidir pela aprovação ou não das contas de 2016, último ano da gestão de Peter Siemsen. A questão é que como a votação não teve uma contagem oficial - foi feita no olhômetro, com a maioria dos conselheiros levantando a mão e "dizendo sim" à aprovação -, corre-se o risco do pleito ser judicializado. A pauta pode estar em questão nas próximas reuniões do Conselho Deliberativo do clube das Laranjeiras.

Quando teve a palavra no Salão Nobre, o ex-presidente Peter Siemsen foi vaiado e até ofendido verbalmente por conselheiros de oposição, mas as contas acabaram sendo aprovadas. As informações foram inicialmente dadas pelo "Globoesporte" e confirmadas pelo LANCE!.

José Guisard, presidente do Conselho Deliberativo, teve dificuldade em manter a reunião em ordem e, após dar o resultado da votação sem a contabilização, também foi hostilizado. A justificativa de Guisard para não contar os votos foi de que foi decidido por uma votação nominal e havia mais de 180 conselheiros.

A aprovação de contas sem a contabilização oficial dos votos é algo inédito no Fluminense, o que, na visão de alguns conselheiros, pode servir como justificativa para judicializar a votação realizada nesta quinta-feira e abre a possibilidade de um novo pleito ser realizado em um futuro próximo.

Em seu site oficial, o Fluminense publicou uma nota sobre a aprovação das contas de 2016 pelo Conselho Deliberativo. Confira abaixo:

Em reunião do Conselho Deliberativo realizada na noite desta quinta-feira (08/06), no Salão Nobre das Laranjeiras, as contas do Fluminense Football Club relativas ao ano de 2016 foram aprovadas por maioria.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos