ATUAÇÕES: Peixe vai bem em todos setores e Kayke brilha com gols

Com boas atuações em todos setores, o Santos teve em Kayke, autor de dois gols, o melhor jogador na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Confira as notas do LANCE! para o duelo em Curitiba:

SANTOS

7,0

Vanderlei

Mais uma grande partida. Exigido principalmente por chutes de fora da área de Nikão, foi obrigado a saltar para tirar a bola no ângulo direito.

5,5

Daniel Guedes

Voltou a jogar depois de oito meses, com aparições no ataque e segurança para compor a marcação. No fim, fez cera para cobrar falta e foi expulso.

6,5

Lucas Veríssimo

Se antecipou às jogadas do Furacão, evitou contra-ataques e fez cortes seguros. Causou polêmica ao deixar a mão na bola dentro da área.

6,5

David Braz

Também teve uma atuação segura e não deu brechas ao Atlético-PR, apesar da pressão do adversário perto da área.

6,5

Jean Mota

Não foi tão bem quanto o companheiro. Levou a pior contra Nikão e tomou algumas bolas nas costas. Também errou nos cruzamentos.

7,0

Thiago Maia

Foi o "elemento surpresa" na área do Santos. Teve tempo de bola para deixar Kayke livre em contra-ataque e abriu espaços no segundo gol.

6,5

Renato

Foi discreto, mas fez bem sua parte na marcação. Diminuiu os espaços do Atlético-PR no meio e fez cortes seguros para afastar a bola da área.

6,5

Vitor Bueno

Desarmes no meio, habilidade e velocidade nos contra-ataques. Também arriscou chutes de fora da área, mas não obteve sucesso.

7,5

Bruno Henrique

Aproveitou os espaços para puxar os contragolpes. Grande participação na jogada do primeiro gol e assistência para Kayke ampliar.

8,0

Kayke

Oportunista, aproveitou as boas jogadas dos companheiros e marcou duas vezes. Poderia ter feito mais, mas se precipitou nas finalizações.

6,5

Copete

De volta à ponta esquerda, teve noite apagada na Arena da Baixada. Não participou das jogadas dos gols, mas foi bem na cobertura a Jean Mota.

6,5

Alison

Voltou após empréstimo ao Red Bull no Paulista e foi bem. Melhor lance foi tabela com Bruno Henrique na área, mas a bola ficou com o goleiro.

6,5

Cléber

Entrou no fim para segurar o resultado e teve atuação regular.

-

Leandro Donizete

Entrou no fim. Fica sem nota.

7,0

Téc: Elano

Proposta de jogo do interino deu certo. Time esperou os erros do Furacão, encaixou contra-ataques em velocidade e venceu a primeira fora de casa.

ATLÉTICO-PR

5,5

Santos

Não teve culpa nos gols. Ficou vendido pela atuação de sua defesa.

5,0

Jonathan

Segundo gol saiu em suas costas. No ataque foi pouco produtivo.

5,0

Paulo André

Mal posicionado em ambos os gols de Kayke. Comprometeu.

5,0

Thiago Heleno

Assim como o companheiro de zaga, foi mal nos dois gols.

5,5

Sidcley

Arriscou um belo chute, mas tomou contra-ataque de gol nas costas.

6,0

Otávio

Errou poucos passes e teve de cobrir as laterais sempre desguarnecidas.

6,0

Lucho González

Tentou chute fortíssimo no primeiro tempo e procurou o jogo.

5,0

Matheus Rossetto

Atuação bastante discreta. Faltou participar mais do ataque.

5,0

D. Coutinho

Foi outro que ficou devendo. Nem voltou para a etapa final.

6,0

Nikão

Buscou o jogo, arriscou finalizações e quase marcou gol de fora.

5,5

Pablo

Bola rodou, rodou, rodou e não chegou ao centroavante. Muito isolado.

5,5

Grafite

Trombou com os zagueiros, se movimentou, mas não achou o gol.

5,5

Éderson

Faltou partir para cima. Preferiu apostar nos cruzamentos.

5,5

Felipe Gedoz

Tentou qualificar e acelerar o passe no meio-campo.

5,0

Téc: Eduardo Baptista

Time é inofensivo, troca passes sem objetividade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos