Melhor mandante da Série A no ano, Palmeiras tenta confirmar reação fora

  • RICARDO MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Palmeiras chegou no sábado à 13ª vitória como mandante na temporada. É o time da Série A com o melhor aproveitamento em casa, tendo conquistado 91% dos pontos (13 vitórias, dois empates e nenhuma derrota) jogando com a torcida a seu favor em 2017. Após encerrar contra o Fluminense uma sequência de quatro jogos sem ganhar, o Verdão tenta ratificar a recuperação onde tem derrapado até agora: fora de casa.

Se os números jogando no Allianz Parque e Pacaembu são ótimos, como visitante o time é o terceiro com pior aproveitamento entre os clubes de Série A no ano, com só 35,5% de aproveitamento (cinco vitórias, um empate e nove derrotas). Levando em conta apenas o Brasileiro, perdeu as três partidas que fez fora do Palestra: Chapecoense, São Paulo e Coritiba.

Na quarta, o confronto será o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. Depois, terá de visitar o Bahia, domingo, na Fonte Nova - o Tricolor de Aço venceu todas que jogou ao lado de sua torcida. Uma sequência complicada, mas que pode confirmar que a instabilidade ficou para trás.

"A gente sai para duas partidas fora. Em casa, se for olhar a condição do time é boa. Três partidas em casa, venceu duas e empatou. São três clássicos (Vasco, Atlético-MG e Fluminense). Fora está ruim. Tiramos o time contra a Chapecoense, parte do time contra o São Paulo, mas não é justificativa. Temos de melhorar fora e agora são duas partidas assim para quem sabe conseguir as vitórias fora de casa", analisou Cuca.

Com os 3 a 1 sobre o Fluminense, o Palmeiras chegou a 26 jogos sem perder no Allianz Parque. Levando em conta um jogo no Pacaembu e outro na Arena Fonte Luminosa, o Verdão não perde como mandante há 28 confrontos. É a maior série sem perder como mandante do time neste século.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos