Síria empata aos 48, e China está praticamente fora da Copa-2018

A missão Rússia-2018 complicou para Síria e China. Ainda com chances de classificação à próxima Copa do Mundo, as seleções entraram em campo nesta terça-feira, pela oitava rodada do Grupo 1 das Eliminatórias da Ásia, e empataram em 2 a 2, na Malásia - onde os sírios têm mandados seus jogos por conta da guerra civil que assola o país.

Agora, o time chinês está na quinta colocação, com seis pontos, e precisa que a própria Síria (nove), quarta colocada, e o Uzbequistão (12), no terceiro posto (zona de repescagem), não somem mais pontos nas próximas duas rodadas.

Quem abriu o placar foi a Síria, que encontrou um adversário acuado nos primeiros minutos. De pênalti, aos 12 do primeiro tempo, Mahmoud Al Maowas fez o primeiro gol da partida.

No segundo tempo, o técnico Marcelo Lippi impulsionou sua equipe a uma reação. A virada chegou a ocorrer, e ela começou através de Gao Lin, também de pênalti, aos 23 minutos. Sete minutos depois, Xu Xin fez 2 a 1, alimentando a esperança dos torcedores chineses.

No entanto, já nos acréscimos, mais precisamente aos 48 da etapa complementar, o zagueiro Ahmad Al Salih, do Henan Jianye, que atua na Super Liga da China, empatou o jogo e fechou o placar: 2 a 2. Além disso, o defensor deixa a equipe síria atrás de uma vaga na Copa por três pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos