Erros sucessivos de estratégia atrapalham Vasco de Milton Mendes

Um ponto abordado até com exaustão pelo técnico Milton Mendes no Vasco é a estratégia utilizada a cada jogo. Entretanto, neste Campeonato Brasileiro, o treinador vem cometendo sucessivos erros em suas escolhas, o que acaba atrapalhando o Cruz-Maltino. Na derrota para a Chapecoense, na última quarta-feira, deixou isto ainda mais evidente, principalmente no que diz respeito aos desempenhos fora do Rio de Janeiro.

Mais uma vez, Milton Mendes resolveu poupar Luis Fabiano. Assim como na derrota para o Grêmio, também fora de casa, o técnico do Vasco deixou o atacante fora do Rio de Janeiro de olho no jogo seguinte em casa - sábado, o Cruz-Maltino recebe o Avaí em São Januário. Ele, entretanto, tem sido o diferencial, cinco gols em cinco jogos (duas vezes nas sete rodadas foi poupado). Diante dos gaúchos, a opção foi colocar Manga como titular, enquanto contra a Chapecoense Nenê atuou como um "falso 9", o que o tirou todo poder de criação mostrado nos recentes jogos como meia.

Nas duas oportunidades, a utilização de três volantes também não funcionou. O torcedor do Vasco acaba com a sensação de que são dois "Vasco" diferentes, para jogos dentro e fora de São Januário. Diante de sua torcida, o Cruz-Maltino cria, é ofensivo, efetivo e incomoda o adversário. Fora, apresenta uma apatia sem comparação para uma equipe que deseja voos maiores ao longo da disputa do Campeonato Brasileiro.

- Nossa estratégia era não levar gol e o Nenê prender bola na frente. Conseguimos igualar a partida, e no segundo tempo levamos aquele gol. Tentei dar velocidade com o Manga e com o Caio Monteiro. Não deu certo. Agredimos pouco. Não foi um jogo muito bem jogado. Primeiro gol de bola parada... sabíamos que a estratégia deles era essa. São muito fortes e provaram isso. Temos que melhorar nossa performance fora de casa - tentou explicar Milton Mendes em entrevista coletiva.

Os jogadores do Vasco treinam na manhã desta quinta-feira ainda em Chapecó, em Santa Catarina, e têm embarque previsto ao Rio de Janeiro para o período da tarde. Para fugir dos questionamentos dos jornalistas, o clube não fará entrevista coletiva no dia seguinte a mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. A situação cruz-maltina precisa ser revista o quanto antes, acabando com os erros nas estratégias, para o torcedor ter motivos para comemorar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos