Kleina pede mais agressividade da Ponte longe do Moisés Lucarelli

O técnico da Ponte, Gilson Kleina, após a derrota da equipe por 2 a 0 para o Flamengo, na última quarta-feira, analisou o resultado sofrido fora de casa. O treinador disse que viu melhoras, porém pediu mais agressividade quando a equipe joga fora de casa.

- A gente cobra muito atitude, postura. Tivemos uma postura um pouco melhor na noite de quarta, mas e tivemos alguns vacilos que custaram caro. Vamos trabalhar e reagir e ver a maneira que vamos armar a equipe para o jogo contra o Santos - disse.

Depois, Kleina falou da possibilidade de ter Emerson Sheik na próxima rodada, contra o Santos. O treinador falou da qualidade do atacante, que agrega muito ao sistema ofensivo da Macaca.

- O Emerson Sheik deve voltar e isso abre muitas opções. Ontem realmente melhoramos na atitude e na postura, faltou a agressividade. Vamos trabalhar para ter mais qualidade para chegar no arremate do gol. A gente tem que analisar que estamos no meio da tabela e temos condições de crescer - finalizou.

Santos e Ponte se enfrentam no sábado, às 21h, no Pacaembu. Depois, a equipe de Gilson Kleina recebe o Cruzeiro, dia 22, às 19h30, no Moisés Lucarelli. A Macaca se encontra atualmente na décima posição na tabela do Brasileirão, com dez pontos conquistados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos