Para Júlio César, não houve falha nos gols de falta de Luan e Edilson

A derrota do Fluminense para o Grêmio no Maracanã, na quinta-feira, teve Júlio César como um dos protagonistas. O goleiro do Flu não foi capaz de defender as cobranças de falta de Edilson e Luan, que marcaram os gols do Tricolor Gaúcho, e acabou sendo vaiado por parte da torcida. Após o confronto, o camisa 22 deu sua versão. Para Júlio, as cobranças foram indefensáveis.

- No começo do jogo, estava esquentando e o Edílson acertou um chute muito forte, mérito para ele. Depois o Luan fez uma cobrança perfeita, perto da área, quando não dá para enxergar nada. A gente reage e não chega na bola - avaliou o goleiro Júlio César, que chegou aos 17 jogos na atual temporada.

Nas Laranjeiras desde 2014, Júlio César vive sua primeira sequência como titular por opção técnica do treinador. Abel Braga iniciou 2017 como Diego Cavalieri, mas as lesões e algumas falhas do camisa 12 fizeram o técnico tricolor trocar de ideia. Júlio fez seu quarto jogo seguido diante do Grêmio.

Na coletiva após o jogo, Abel Braga não quis avaliar se houve falha ou não de Júlio César nos gols de Edilson e Luan. O treinador lamentou ter sofrido o gol logo no início do duelo - o Tricolor Gaúcho abriu o placar aos sete minutos.

- Não estou comentando se houve falha, não vi o replay. Sei que a falta foi de muito longe. E com sete minutos, quase igual ao Palmeiras. Contra eles conseguimos empatar, hoje (quinta-feira) não. Fiquei bem surpreso com nosso primeiro tempo. Não foi brilhante, fantástico, não tivemos chance, mas ficamos em cima o tempo todo - avaliou Abel Braga, comandante do Fluminense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos