'Estamos refletindo sobre o futuro da C. das Confederações', admite Samoura

  • false

A Copa das Confederações pode dar início à sua última edição neste sábado. Isso porque a Fifa concluiu, durante o último congresso anual, que a competição não é algo que vale a pena insistir. Um dos principais motivos para essa conclusão é a mudança no calendário para a disputa da Copa do Mundo de 2022, no Catar.

"Queremos focar na edição atual. Estamos refletindo na Fifa sobre o futuro não só da Copa das Confederações, mas de outros campeonatos de jovens. A Copa de 2022 será no fim do ano, mas nenhuma decisão foi tomada. Não podemos comentar isso agora", afirmou a secretária-geral da entidade, Fatma Samoura.

Além da alteração da data da Copa, a edição de 2017 acabou sendo considerada um fracasso, já que a adesão do público foi baixa. Outro ponto é que boa parte das seleções principais costumam utilizar vários reservas, como um teste para o Mundial, como é o caso da Alemanha, que levou um time muito jovem e sem estrelas.

Por último, a Copa do Mundo de 2026 será disputada por 48 seleções e pode ser organizada em mais de um país, já que a única candidatura até o momento é uma conjunta de EUA, Canadá e México. A Copa das Confederações é sempre disputada em forma de evento-teste e conta com a participação dos campeões continentais, o campeão do Mundial anterior e o anfitrião da Copa seguinte, fazendo com que o molde não tenha muito sentido no modelo atual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos