Você de novo... Vasco e Avaí se reencontram por nova história

Ao rolar a bola neste sábado, em São Januário, Vasco e Avaí escreverão mais um capítulo de um embate que se tornou frequente nas temporadas mais recentes. Desde 2011, as equipes fizeram dez partidas, muitas delas com "ar" de decisão para ambos os clubes.

A equipe catarinense esteve no caminho de título inédito do Cruz-Maltino. E nem mesmo o empate em 1 a 1 em São Januário - arrancado a duras penas, após Julinho abrir o placar para o Avaí e um gol de pênalti convertido por Diego Souza nos acréscimos igualar o marcador - foi suficiente para arrefecer os ânimos na semifinal da Copa do Brasil.

Com atuação impiedosa, o clube da Colina abriu o placar logo no início. Felipe cobrou falta e Révson marcou contra. Ainda na etapa inicial, Diego Souza garantiu o triunfo por 2 a 0, que rendeu provocação. O atacante Willian, do Avaí, garantira ao fim do jogo de ida que a equipe iria "passar o carro". O meia vascaíno Felipe respondeu com a frase "O carro enguiçou".

No Brasileirão de 2011, a superioridade do Vasco foi comprovada. A equipe, em grande fase e tendo nomes como Dedé, Juninho, Felipe e Élton derrotou o Avaí por 2 a 0, tanto na Ressacada quanto em São Januário.

Porém, o reencontro teve um sabor melancólico na Colina. Novamente sentindo a amargura de encarar uma Série B, o Vasco foi atropelado por 5 a 0 pelo Avaí. Com o adversário tendo atuação apática (com direito a Douglas desperdiçar um pênalti), os catarinenses marcaram graças a Diego Felipe (2), Diego Jardel, Roberto e Anderson Lopes. O revés culminou na queda de Adilson Batista e na saída momentânea do G4 da competição.

No reencontro no Segundo Turno da Série B, o Vasco já se firmara e obtivera o acesso. Enquanto isto, o Avaí, na luta para subir, conseguiu o triunfo por 1 a 0, com gol de pênalti de Marquinhos.

Na elite em 2015, o Vasco saiu na frente em São Januário, com o 1 a 0 em gol marcado por Emanuel Biancucchi. Na Ressacada, o Cruz-Maltino até saiu na frente, em pênalti convertido por Nenê. O Avaí viu Léo Gamalho desperdiçar uma cobrança na marca de cal, mas garantiu o empate no finzinho, graças a André Lima. Mas o fim de ano foi amargo para ambos, que terminaram rebaixados.

De novo na Série B, o Avaí levou a melhor nos embates. A equipe catarinense ajudou a tirar a liderança do Cruz-Maltino, batendo por 2 a 1 na Ressacada (Renato e Rômulo deram o triunfo, e Caio Monteiro marcou para os vascaínos). Em São Januário, o Vasco bem que tentou, mas viu o goleiro Renan ter noite inspirada e conter o empate em 0 a 0.

Resta saber qual será o cenário na volta do confronto à elite.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos