Média de gols cai, e Copete revela primeira cobrança de Levir no Santos

Em dois jogos à frente do Santos Levir Culpi já detectou uma deficiência e fez uma de suas primeiras cobranças: melhorar as finalizações. Em seis jogos antes do treinador chegar, o time havia feito seis gols. Depois, apenas um tento em duas partidas.

Quem absorveu bem a exigência do novo chefe foi Copete. O colombiano retomou a titularidade em sua posição de origem após a saída de Dorival Júnior e quer responder nesta quarta-feira, contra o Vitória, no Barradão.

- Sempre temos que ter uma boa finalização. Foi difícil fazer gols e temos que fazer jogadas para melhorar. É isso que o professor quer corrigir. Temos que entender o que ele quer. Não sou artilheiro, trabalho para a equipe. Sempre trabalho pelo melhor time. Sempre deixo tudo em campo para o time ficar legal. Se vier o gol, vou comemorar - comentou o colombiano.

Entre os dez primeiros colocados do Brasileirão, o Alvinegro é o que menos balançou as redes, apenas sete vezes.

Artilheiro do time nos últimos anos, Ricardo Oliveira segue fora da equipe por uma contusão no tornozelo esquerdo. Kayke tem sido seu substituto e balançou as redes três vezes nos últimos três jogos.

Desde a saída do ex-treinador, Copete assumiu o posto de Vitor Bueno e foi para o lado esquerdo. Bruno Henrique passou a atuar pelo lado direito.

O Peixe deve ir a campo enfrentar o Vitória com: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Leandro Donizete (Alison) e Vitor Bueno (Vecchio ou Lucas Lima); Bruno Henrique, Copete e Kayke.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos