Menotti diz que Sampaoli 'chegou obscuramente à seleção argentina'

O ex-técnico e campeão do mundo com a seleção da Argentina em 1978, César Luis Menotti falou sobre Jorge Sampaoli, atual treinador da Albiceleste. Segundo Menotti, o comandante ex-Sevilla chegou ao cargo de forma "obscura", mas fez um bom trabalho em seus dois primeiros jogos.

- Sampaoli chegou obscuramente à seleção e isso não é bom, mas não foi culpa dele. Não foi culpa dele por tudo o que ocorreu. Ele veio à Argentina e não podia assinar o contrato. Essas coisas tiraram autoridade dele - disse, em entrevista à "TV Pública".

- Gosto de sua proposta de jogo, mas depende da forma como você chega a um lugar se vão te respeitar ou não - completou.

A situação citada por Menotti, de 78 anos, foi a polêmica saída de Sampaoli do Sevilla e a demissão de Edgardo Bauza da seleção. Ele também falou sobre o craque Lionel Messi.

- É o quinto maior jogador do mundo. São Di Stéfano, Pelé, Cruyff, Maradona e Messi. (Hoje) é o melhor do mundo e alcançou esse nível, passando para um lugar histórico.

O ex-técnico também minimizou a rivalidade de filosofias entre ele e Carlos Salvador Bilardo, que conduziu a Argentina na conquista da Copa do Mundo de 1986.

- O 'menotismo' e o 'bilardismo' não eram temas futebolísticos, mas sim pessoais. Eu não vou brigar com alguém por como ele joga futebol - afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos