'Copetente,' Santos aproveita erros do Vitória e vence no Barradão

O Santos não dominou o jogo, não envolveu o Vitória em pleno Barradão e nem mesmo teve mais posse de bola. O Peixe fez o que todo visitante indigesto gosta de fazer no Campeonato Brasileiro: esperou o erro e, no contra-ataque, aproveitou uma das poucas chances que teve para ganhar de 2 a 0 e terminar a 9ª rodada com a chance de subir dentro do G4.

A competência (trocadilhos à parte) ficou a cargo de Copete. O colombiano estava há quase dois meses sem marcar e desencantou contra o Vitória, adversário que já foi sua vítima por cinco vezes. Com ele pela esquerda e Bruno Henrique pela direita, a estratégia de Levir Culpi é apostar na velocidade pelos lados.

O primeiro gol saiu exatamente assim. Erro do zagueiro Fred no lado esquerdo da defesa baiana. Bruno Henrique aproveitou e deixou o colombiano livre para estufar as redes de pé direito, que não é o seu melhor. Antes, Vitor Bueno, que atuou como meia, já havia deixado o camisa 36 frente à frente com o goleiro Fernando Miguel. O segundo aconteceu de forma bem parecida. Drible de Bruno Henrique em Fred e passe para Copete tocar para o fundo do gol de pé esquerdo.

O Vitória não foi só de erros, apesar de ter insistido em muitos deles, principalmente no último minuto de jogo, em que Kieza perdeu um pênalti cometido por Bruno Henrique. Com poucas chances no primeiro tempo, a maioria com David, Patric e Uilliam Correia, o Leão da Barra melhorou com Neilton, ex-Santos, no segundo tempo. O camisa 10 acelerou o lado direito do ataque e incomodou David Braz e Jean Mota, mas não conseguiu nada mais do que um cartão amarelo por reclamação.

Apesar do resultado, o Peixe também não foi só de acertos. Sem Thiago Maia, suspenso, Levir apostou em Alison no meio de campo. O camisa 5 não aproveitou a chance como gostaria, sentiu a falta de ritmo de jogo, já que não havia atuado pelo Santos na temporada e deixou o campo com cãibras para a entrada de Léo Cittadini. Antes, errou um corte dentro da área e quase fez Veríssimo marcar contra ao acertar um chute em suas costas. Bueno, outro substituto, este de Lucas Lima, também saiu na segunda etapa, para Longuine ser avaliado pelo treinador.

Com nova cara e mais três pontos, o Santos chega a 16 pontos, cinco vitórias e obriga o Coritiba pelo menos empatar com o Grêmio na Arena para não perder a 3ª colocação. O Vitória continua com oito pontos e corre o risco de entrar na zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 0 X 2 SANTOS

Local: Barradão, em Salvador (BA)

Data-hora: 21/6/2017 - 19h30

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Helton Nunes (SC)

Público/renda: 8.179 pagantes/R$ 112.189,00

Cartões amarelos: Neílton e Geferson (VIT); David Braz (SAN)

Gols: Copete 33' 1ºT (0-1) e 31' 2ºT (0-2)

VITÓRIA: Fernando Miguel; Leandro Salino (Neilton - intervalo), Kanu, Fred e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Patric e Gabriel Xavier (Todinho 30' 2ºT); David (André Lima 20' 2ºT) e Kieza. Técnico: Alexandre Gallo

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Alison (Léo Cittadini 16' 2ºT); Renato, Jean Mota e Vitor Bueno (Rafael Longuine 24' 2ºT); Kayke, Copete (Arthur Gomes 35' 2ºT) e Bruno Henrique. Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos