Cristiano Ronaldo marca e garante a vitória de Portugal sobre a Rússia

Portugal deu um grande passo para se classificar à semifinal da Copa das Confederações. Nesta quarta-feira, os lusos bateram a Rússia, anfitriã do torneio, em Moscou, por 1 a 0, e assumiram a liderança do Grupo A. Cristiano Ronaldo, logo no início de jogo, marcou o único gol da partida.

O gajo chegou a uma marca importante. Ele marcou em todas as competições que disputou em 2017 e soma 32 gols em 32 jogos.

Agora, Portugal chega a quatro pontos, em primeiro do Grupo A da Copa das Confederações. A Rússia segue em segundo, com três. O México, que encara a Nova Zelândia às 15h (de Brasília), tem um e pode até assumir a liderança da chave em caso de vitória. O representante da Oceania ainda não pontuou.

Portugal foi a campo com diversas mudanças em relação ao empate com o México. Fernando Santos mudou o esquema e lançou um 4-4-2, dando maior proteção à defesa com William Carvalho, Adrién Silva e André Gomes. Bernardo Silva, que não atuou na estreia, foi titular.

O agora meia do Manchester City ditava o ritmo de Portugal, movimentando-se por todos os lados. Quem também estava circulando pelo ataque era Cristiano Ronaldo. O camisa 7, bem posicionado, aproveitou bom cruzamento de Guerreiro e abriu o placar aos sete minutos.

A Rússia não era tão presente no ataque e não encontrava muitos espaços na defesa de Portugal. A torcida até tentava dar fôlego aos jogadores, mas foi em vão na etapa inicial. Por outro lado, Cristiano Ronaldo tentava o segundo gol a todo custo. Em cobrança de falta e em chute de dentro da área, ele obrigou Akinfeev a duas boas defesas. Na melhor chance dos anfitriões, Smolov mandou para fora após cruzamento.

A segunda etapa começou com Portugal tendo boa chance de ampliar o marcador, mas Akinfeev apareceu muito bem defendendo cabeçada de André Silva.

Mas que esteve mais presente no ataque foi a Rússia, que encontrou alguns problemas para finalizar. A equipe conseguia trocar passes e até chegar à área portuguesa, mas não assustava Rui Patrício. Do outro lado, os lusos arriscavam muito de fora da área.

A Rússia tinha mais a bola, mas não era tão perigosa. Por outro lado, Portugal não explorava os espaços que os anfitriões davam para o contra-ataque. O técnico Fernando Santos lançou Danilo Pereira para reforçar a marcação e segurar o resultado. Já Stanislav Cherchesov lançou mais jogadores de ataque e tentou o abafa nos minutos finais, mas os portugueses se seguraram e sacramentaram o triunfo.

FICHA TÉCNICA

RÚSSIA 0 x 1 PORTUGAL

Data: 21/06/2017 - 12h (de Brasília)

Local: Otkrytie Arena, em Moscou (RUS)

Árbitro: Gianluca Rossi (ITA)

Cartões amarelos: Glushakov, Dzhikiya, Samedov (RUS), Pepe, Bernardo Silva (POR)

GOL: Cristiano Ronaldo, 8'/1°T (0-1)

RÚSSIA: Akinfeev; Shishkin (Erokhin - intervalo), Dzhikiya, Vasin, Kudryashov (Bukharov, 37'/2°T) e Kombarov (Poloz, 22'/2°T); Glushakov, Samedov e Golovin; Zhirkov e Smolov. Técnico: Stanislav Cherchesov.

PORTUGAL: Rui Patricio; Cédric, Pepe, Bruno Alves e Guerreiro (Eliseu, 21'/2°T); William Carvalho, André Gomes, Bernardo Silva e Adrién Silva (Danilo Pereira, 36'/2°T); André Silva (Gelson Martins, 32'/2°T) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos