Fifa livra United, mas investiga Juventus por transferência de Pogba

A Fifa segue investigando a Juventus pela transferência de Paul Pogba para o Manchester United. Um porta-voz da entidade confirmou a informação nesta quarta-feira à "ESPN" da Inglaterra. De acordo com a fonte, os Red Devils fora liberados de qualquer irregularidade no processo.

- Nós confirmamos que um procedimento disciplinar foi aberto contra a Juventus. Nós não podemos fazer comentários além disso. Podemos confirmar que nenhum procedimento disciplinar foi aberto contra o Manchester United - disse o porta-voz à "ESPN" britânica.

No início de maio, a Fifa pediu um esclarecimento aos clubes sobre a transação recorde de 105 milhões de euros (cerca de R$ 370,6 milhões), além de um bônus de 5 milhões de euros (R$ 17,6 milhões). O United forneceu todos os documentos para a entidade.

A investigação, no entanto, tem foco na Velha Senhora. Isso porque, segundo o site francês "Mediapart", o agente Mino Raiola, empresário do jogador e funcionário da Juventus, recebeu 49 milhões de euros só de comissão.

Raiola teria omitido do Manchester que também trabalha para os italianos, algo proibido na Inglaterra. A quantia embolsada pelo empresário caracteriza a participação de uma terceira parte na negociação, algo que é proibido pela Fifa desde 2015.

- Na realidade, Pogba custou 127 milhões de euros (R$ 469 milhões) para a o Manchester United, dos quais 49 (R$ 181 milhões) foram para o bolso dos representantes do time italiano, e somente 70 milhões (R$ 258 milhões) para a Juventus - publicou o portal, que já denunciou outros casos de corrupção.

Caso seja declarada culpada, a Juventus pode ser punida com multa ou até o banimento da janela de transferências.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos