Levir surpreende ao apostar em Alison em vez de escalar Leandro Donizete

  • Ivan Storti/ Santos FC

Apesar do técnico Levir Culpi já ter trabalhado com o Leandro Donizete no Atlético-MG, - onde o jogador foi apelidado de General- e até ter elogiado o volante, decidiu apostar e surpreendeu ao escalar Alison na vaga do suspenso Thiago Maia no meio de campo do Santos para encarar o Vitória, nesta quarta0feira, às 19h30, no Barradão.

Alison voltou de empréstimo do Red Bull nesta temporada e não havia sido utilizado pelo ex-técnico Dorival Júnior, mas após a saída dele, o camisa 5 passou a ser a primeira opção de Levir para suprir a ausência de um dos volantes da dupla titular.

Uma das fortes características do jovem volante é a marcação, outro fato que surpreendeu em sua escalação, já que Thiago Maia é o volante que mais busca o jogo, enquanto Renato atua mais próximo da zaga. Sua primeira partida no ano foi na vitória sobre o Atlético-PR, na Arena da Baixada, com Elano no comando.

"Produtividade faz o cara se firmar no time. Não vejo idade. Às vezes um menino resolve. Alguém vai ter que jogar e vamos ter que decidir o melhor. Quem estava bem com o Dorival pode entrar em má fase comigo", explicou 

Alison tem vínculo com o Peixe até junho de 2018 e, aos 24 anos, é um dos atletas que a diretoria gostaria utilizar para fazer caixa. Em 2015, o clube chegou a recusar uma oferta de venda para o Internacional.

Leandro Donizete chegou ao Santos após cinco anos defendendo o Atlético-MG. Sua principal conquista na Cidade do Galo foi a Libertadores de 2013. Com Levir, faturou a Copa do Brasil de 2014, ambas como titular.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos