Bruno Henrique veste a camisa 19 no Verdão e se dispõe a estrear domingo

Bruno Henrique foi apresentado pelo Palmeiras nesta quinta-feira e recebeu do diretor de futebol Alexandre Mattos a camisa 19, antes usada por Rafael Marques. Ex-jogador do Palermo (ITA), o meio-campista de 27 anos já está regularizado e nesta tarde fez sua primeira atividade no campo. Mesmo sem estar no seu auge físico, o reforço se coloca à disposição para enfrentar a Ponte Preta, domingo, em Campinas (SP).

- Eu cheguei segunda, se ele (Cuca) precisasse de mim ontem (quarta, contra o Atlético-GO), eu jogaria tranquilamente.. Não estou na melhor forma física, é normal, tem de se preparar muito bem para não ter lesão. Mas se ele pedir para jogar (domingo) vou fazer meu melhor - avisou.

O novo jogador palmeirense apresentou-se com bom peso, mas sua última partida foi no dia 28 de maio, contra o Empoli, pelo Campeonato Italiano. Depois disso, saiu de férias e passou o início da semana realizando exames médicos pelo Verdão. Ele assinou até maio de 2021.

Cuca, após a vitória sobre o Atlético-GO, disse que iria conversar com Bruno Henrique sobre a possibilidade de usá-lo no fim de semana. O jogador chega para um setor hoje desfalcado por lesões, já que Thiago Santos e Felipe Melo estão no departamento médico.

Campeão brasileiro pelo Corinthians em 2015, Bruno disse que pode jogar como primeiro ou segundo volante. Mas sua principal característica é ter liberdade para chegar ao ataque e finalizar de longa distância.

- Eu jogo bastante de primeiro volante, de segundo, também. Não tenho problema algum no posicionamento que o Cuca pedir para eu jogar. Dentro do esquema vou tentar jogar nas duas posições, tranquilo - explicou.

- Vou fazer o que o Cuca pedir. Cada posicionamento, cada jogo é uma coisa diferente. Cuca é um estrategista e se ele me der chance de chegar na frente vou fazer o que sempre fiz na minha carreira, finalizar. O que ele pedir, se me der liberdade, vou fazer o que sempre fiz na carreira, de chegar na frente e tentar fazer gols - completou.

Sobre o Corinthians, o camisa 19 disse que enfrentar seu ex-clube será "normal". Os dois times fazem o Dérbi no dia 12 de julho.

- Tive minha história lá, respeito o clube, a instituição, mas vou defender as cores do Palmeiras com unhas e dentes. Vai ser mais um jogo em que entraremos para vencer e é assim que vou tratar - encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos