Sánchez atinge marca, mas Chile fica no empate com a Alemanha

Alemanha e Chile fizeram um jogo movimentado - sobretudo no primeiro tempo - e acabaram empatando em 1 a 1, em Kazan, na Rússia. O resultado foi bom para as duas seleções, que seguem na ponta do Grupo B da Copa das Confederações. Sánchez fez o gol da La Roja no início da partida, enquanto Stindl deixou tudo igual para os germânicos.

O Chile segue em primeiro no Grupo B, com quatro pontos, levando vantagem sobre os alemães no saldo de gols: 2 a 1. Austrália e Camarões, que empataram mais cedo também em 1 a 1, têm apenas um na tabela de classificação e estão em situação delicada.

No domingo, os chilenos precisam apenas de um empate contra a Austrália para conseguir um lugar na semifinal da competição. O mesmo vale para a Alemanha, que encara Camarões no mesmo dia. Ambas as partidas são às 12h (de Brasília).

Alemanha e Chile fizeram um confronto aberto desde o apito inicial do árbitro Alireza Faghani. As duas seleções tentavam sair para o jogo, buscando sempre o ataque. Os sul-americanos, contudo, estavam mais atentos e aproveitaram uma falha da defesa adversária para abrir o placar logo aos cinco minutos.

Mustafi saiu jogando errado e a bola parou em Sánchez. O atacante do Arsenal rolou para Vidal, que devolveu passe açucarado para o camisa 7 bater no canto e vencer Ter Stegen. Foi o 38º gol do jogador, que se tornou o maior goleador da história da La Roja, deixando para trás Marcelo Salas.

Os germânicos não sentiram o gol e seguiram fazendo o seu jogo. Mas o Chile estava bem postado e conseguia neutralizar grande parte dos avanços. Em lance pela direita, Stindl bateu de primeira e Herrera fez boa defesa. Logo em seguida, a La Roja quase ampliou, mas Vargas mandou no travessão.

Enquanto o Chile tentava os lançamentos, principalmente em direção a Alexis Sánchez, grande nome da equipe em campo, a Alemanha apostava no toque de bola. Assim, os germânicos chegaram ao empate. Can avançou com espaço pelo meio e tocou para Hector na esquerda. O lateral-esquerdo cruzou e Stindl escorou para o fundo da rede.

Na segunda etapa, as duas seleções seguiram com o mesmo ímpeto ofensivo, mas encontravam mais dificuldades para achar espaços. Nos primeiros 20 minutos, o melhor lance foi uma cobrança de falta de Sánchez, que passou perto.

As duas seleções passaram a mostrar certo cansaço - principalmente a chilena após a forte marcação nos primeiros 45 minutos - na parte derradeira do segundo tempo. O empate também era bom para as duas equipes, o que deixou o jogo um pouco mais monótono e sem grande perigo.

Sem apertar e acertar um ataque mais efetivo, Alemanha e Chile apenas esperaram o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA 1 X 1 CHILE

Data: 22/06/2017 - 15h (de Brasília)

Local: Arena Kazan, em Kazan (RUS)

Árbitro: Alireza Faghani (IRA)

CARTÕES AMARELOS: Stindl, Rudy (ALE), Sánchez, Beausejour (CHI)

GOLS: Sánchez, 5'/1°T (0-1) e Stindl, 40'/1°T (1-1)

ALEMANHA: Ter Stegen; Ginter, Mustafi e Süle; Kimmich, Emre Can, Rudy e Hector; Goretzka e Draxler; Stindl. Técnico: Joachim Löw.

CHILE: Herrera; Isla, Medel (Paulo Díaz, 25'/2°T), Gonzalo Jara e Beausejour; Marcelo Díaz, Hernández, Aránguiz (Francisco Silva, 44'/2°T) e Vidal; Vargas (Martín Rodríguez, 36'/2°T) e Sánchez. Técnico: Juan Pizzi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos