Santos teme 'influência inimiga' em provável saída de Lucas Lima

Um dos maiores medos do Santos serão realidade: Lucas Lima chegará ao dia 1 de julho livre para assinar um pré-contrato com outra equipe sem responder à proposta de renovação com o Peixe. Além disso, a provável saída do camisa 10 poderá ter a ajuda de dois inimigos do Alvinegro.

Em primeiro, a empresa do pai de Neymar, que agencia a carreira do jogador junto com a empresa Khoddor Soccer, que o levou à Vila Belmiro. Neymar e Santos estão em litígio na Fifa, pois o clube acredita que foi prejudicado em sua venda para o Barcelona (ESP), em 2013.

O Alviengro acredita que deveria ter recebido mais do que os 17 milhões de euros, já que 83 milhões de euros foram gastos no total da operação, de acordo com a Justiça da Espanha.

Enquanto esta demanda arbitral corre na Fifa, outra na Justiça corre entre Santos e Doyen. O clube e o fundo de investimentos maltês tentam um acordo por causa de uma dívida de quase 20 milhões de euros. Em 2014, o Peixe buscou ajuda dos investidores para contratar Leandro Damião e Lucas Lima e ainda vendeu partes de Gabigol, Geuvânio e Daniel Guedes.

A atual diretoria, que administra o clube desde 2015, considera tais contratos irregulares e tenta a anulação ou uma forma de pagar a dívida parcelada.

No entanto, Doyen Sports tem 80% dos direitos de Lucas Lima e em contrato tem direito a mais R$ 8 milhões a serem pagos pelo Peixe caso o jogador não seja vendido até o fim de seu contrato, que termina em dezembro de 2017.

Por isso, a diretoria santista teme que os investidores e a empresa de Neymar tenham interesse comum em tirar o jogador do Santos em 2018, quando já não terá mais vínculo com o clube e poderá sair de graça, sem render nada ao Alvinegro. O Doyen também participa da carreira do atacante da Seleção Brasileira em contratos de publicidade.

O que coloca Lucas Lima ainda mais nos radares da Europa além das boas atuações pelo Peixe são suas frequentes convocações para a Seleção de Tite.

Amigo de Neymar, o camisa 10 do Santos acompanhou o craque do Barcelona em sua ida a Santos, de férias, nos últimos dias.

Nos últimos dias, Lucas Lima ouviu de representantes do Barcelona no Brasil que o time da Catalunha tem interesse em seu futebol e aguarda uma proposta oficial para assinar contrato.

Se tiver provas de que o Barcelona negociou com seu camisa 10 antes de julho, o Santos promete acionar a Fifa mais uma vez para acusar os catalães de aliciamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos