Caso dos e-mails: Porto entrega documentos contra Benfica a autoridades

O polêmico caso dos e-mails do Porto ganhou novos capítulos nesta sexta-feira. O Dragão anunciou que entregou toda a documentação disponível a respeito do caso à Polícia Judiciária (principal órgão policial de investigação criminal), após pedido da Unidade Nacional de Combate à Corrupção. Segundo a "SIC", Francisco Marques, diretor de comunicação dos portistas, já foi ouvido pelas autoridades sobre o tema.

- O Porto informa que, através do seu Diretor de Informação e Comunicação, satisfez o pedido da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária e entregou-lhe toda a documentação disponível em suportes originais do denominado dossiê e-mails de e para o Benfica - informa o Porto, em comunicado divulgado nas redes sociais.

E já há outro episódio no caso, iniciado após o Porto ter denuncioado um esquema de corrupção na arbitragem para beneficiar o Benfica, divulgando eventuais e-mails trocados entre um dirigente do clube e o antigo árbitro Adão Mendes. Até um cartola da Liga Portuguesa estaria envolvendo no esquema.

Também nesta sexta-feira, a Polícia Judiciária intimou o Porto a não divulgar mais e-mails de forma pública, sobretudo na televisão, como tem acontecido através do seu diretor de comunicação, devendo passar diretamente à PJ novas informações que possa eventualmente vir a obter.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos