Cuca se anima com regra da Liberta e não descarta ter mais um reforço

Cuca não sabe o motivo, mas gostou da decisão da Conmebol, que aumentou de três para seis o número de mudanças possíveis na lista de inscritos para as oitavas de final da Libertadores. Além de já ter quatro reforços (Mayke, Juninho, Luan e Bruno Henrique), o técnico não descartou receber mais um jogador - ele sonha com a chegada de um atacante.

- Não sei por que aconteceu (inscrever seis na Libertadores), mas para a gente é ótimo. Agora posso colocar todos os três, quatro que tenho, quem sabe mais um... (risos) - brincou o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O jogador que o técnico queria era Richarlison, do Fluminense. O Palmeiras ofereceu 12 milhões de euros (R$ 44 milhões) além do empréstimos de jogadores ao clube tricolor. A oferta foi recusada, o atleta já completou sete jogos no Brasileiro e não pode se transferir para outro time da Série A.

Em entrevista ao LANCE!, o presidente Maurício Galiotte admitiu que o clube precisa de um reforço para a posição, mas há a dificuldade de encontrar outra opção no mercado. Por enquanto, Borja, Willian, Dudu Erik, Keno e Róger Guedes são as opções.

Dos 30 inscritos do Verdão, já saíram do clube Vitor Hugo, Alecsandro e Rafael Marques. O zagueiro Vitão e o meia Léo Passos, ambos da base, devem também deixar o grupo da competição. Vitinho negocia com o Barcelona B, enquanto Arouca operou o tornozelo e só volta em três meses.

Com mais vagas disponíveis, Cuca cogita até inscrever Moisés nesta fase. Ainda assim, o meio-campista não tem condições de jogo no momento. Ele se recupera da cirurgia para corrigir o rompimento de dois ligamentos do joelho e a previsão é de retorno em setembro. Ele, assim, poderia disputar as quartas de final, caso o Verdão avance.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos