Diego Costa, Filipe Luís, James e Martínez na mira do fisco espanhol

A Fiscalia espanhola promete não dar brecha para os jogadores de futebol que passam pelo país. De acordo com o jornal "El Confidencial", mais quatro jogadores entraram na mira da Justiça do país ibérico por suposto esquema de fraude fiscal: o lateral-esquerdo Filipe Luís, o meia James Rodríguez e os atacantes Diego Costa e Jackson Martínez. Todos eles são agencidados pelo empresário Jorge Mendes, que também gerencia a carreira de Cristiano Ronaldo.

A Justiça busca saber se houve ilegalidade nas transferências do quarteto. Dois deles - Filipe Luís e James Rodríguez - atuam no país por Atlético de Madrid e Real Madrid, respectivamente. Já Diego Costa é jogador do Chelsea, enquanto Jackson Martínez deixou o futebol espanhol rumo ao Guangzhou Evergrande, da China, em uma das maiores transações do futebol do país.

Segundo o "El Confidencial", a principal suspeita da Justiça seria a de que os quatro jogadores teriam colocado parte da verba da transferência em bancos de outros país, o que configura uma fraude nas tributações do país. O jornal aponta que este é o método usado pelos gerenciados por Jorge Mendes que são denunciados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos