Guerrero desencanta e já se aproxima de melhor marca na carreira

Ele não vinha bem, mas desencantou. Guerrero acabou com qualquer dúvida sobre sua capacidade de fazer gols na goleada de 5 a 1 sobre a Chapecoense, na Ilha do Urubu. O atacante marcou três vezes e ainda deu uma assistência na partida. Foram os primeiros gols do centroavante neste Brasileiro. Agora, ele soma 16 tentos na temporada, somente dois a menos do que no ano passado, quando fez 18 e igualou sua melhor marca na carreira. Em 2013, pelo Corinthians, ele também balançou a rede 18 vezes.

Guerrero chegou ao seu quinto jogo neste Brasileiro diante da Chape. Antes de encarar a equipe catarinense, ele assumiu um novo namoro, raspou a cabeça e foi à luta. O peruano mostrou seu faro de artilheiro contra Jandrei e com seu estilo de garra, ganhando disputas de bola, foi novamente decisivo.

Se mantiver a boa média de gols na temporada, o peruano tem tudo para registrar sua melhor marca na carreira aos 33 anos. Após o jogo contra a Chape, o camisa 9 do Flamengo festejou o bom momento.

"São meus primeiros três gols no Brasileiro. A viagem com o Peru me atrapalhou um pouco contra o Fluminense, estava cansado. Me preparei forte na terça-feira, fiz meu trabalho especial e me senti bem, com força e rápido. Isso é se preparar bem. Espero seguir assim. Às vezes, a sequência de jogos atrapalha, mas tenho que fazer esforço para contribuir", disse o peruano ao Premiere.

O atacante recebeu muitos elogios dos companheiros e também do técnico Zé Ricardo, que classificou o peruano como 'especial'.

"Guerrero é um jogador especial, tem muita técnica, é inteligentíssimo. O que sempre pedimos para o Diego é jogar próximo dele porque, com certeza, com dois jogadores deste nível, alguma coisa boa vai sair", comentou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos